Details

Avaliação da eficiência de filtros anaeróbios na remoção de coliformes fecais e ovos de helmintos

by Cavalcante, Fernanda Lima

Abstract (Summary)
A tecnologia de reatores anaeróbios para o tratamento de esgoto sanitário vem sendo extensivamente desenvolvida no Brasil, e hoje encontra-se praticamente consolidada. Apresentando diversas vantagens, como baixos custos de construção e operação, e baixa produção de lodo, os reatores anaeróbios são uma alternativa bastante atrativa para a mitigação dos problemas de saneamento básico urbano, e também das áreas rurais. Os filtros anaeróbios vêm sendo bastante aplicados no Brasil. Sua utilização produz um efluente com baixa concentração de matéria orgânica e sólidos suspensos, além de conservar os nutrientes, sendo por isso muito bom para irrigação com fins produtivos, desde que sejam resguardados os cuidados com a presença de organismos patogênicos. Este trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência de filtros anaeróbios na remoção de coliformes fecais e ovos de helmintos, e verificar se os mesmos atendem às recomendações sanitárias para reuso em irrigação, segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS (WHO, 1989). Para enumeração dos ovos de helmintos foi utilizada a técnica de Bailenger modificada (Ayres e Mara, 1996), que deu origem à metodologia atualmente recomendada pela OMS para avaliação de águas residuárias brutas e tratadas. Para determinação de coliformes fecais foi utilizado o método da membrana filtrante. Foram analisados três diferentes sistemas de tratamento de esgoto compostos por filtros anaeróbios. Numa análise geral dos resultados, observou-se que todos os sistemas pesquisados atingiram eficiência maior que 93% para remoção de ovos de helmintos, resultando em um efluente final com valor médio menor que 1 ovo/L. Um dos sistemas, o Sistema RN, alcançou uma remoção maior que 99%, confirmando o bom desempenho dos filtros anaeróbios na remoção de ovos de helmintos. Mesmo com baixas concentrações de ovos no afluente, os filtros foram capazes de remover eficientemente este parâmetro. Em relação à contagem de coliformes fecais, foi observado, para todos os sistemas pesquisados um efluente final com cerca de 106 UFC/100mL. As altas concentrações de coliformes fecais no efluente dos filtros permitem a reutilização apenas para irrigação restrita, de acordo com as diretrizes da OMS. Apesar dos sistemas pesquisados não removerem eficazmente coliformes fecais, os resultados encontrados no presente estudo indicaram uma boa eficiência dos filtros anaeróbios na remoção de ovos de helmintos
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:André Luis Calado Araújo; Maria Del Pilar Durante Ingunza; Cícero Onofre de Andrade Neto; Beatriz Susana Ovruski de Ceballos

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Ovos de Helmintos Tratamento Esgotos Filtros Anaeróbios

ISBN:

Date of Publication:03/19/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.