Details

Avaliação da eficiência da remoção de matéria orgânica e microbiológica de três sistemas de lagoas de estabilização em série na Grande Natal-RN: Beira Rio, Jardim Lola I e Jardim Lola II

by do Vale, Milton Bezerra

Abstract (Summary)
O sistema de lagoas estabilização é o tipo de tratamento de esgoto doméstico mais utilizado no Estado do Rio Grande do Norte, contando com 80 sistemas, construídos principalmente pelas prefeituras municipais, sendo o sistema de lagoas em série constituídas de lagoa facultativa primária seguida de lagoas de maturação um dos mais utilizados. Devido aos problemas relacionados com a produção e destino de lodo e geração de maus odores, os projetistas têm evitado o uso de lagoas anaeróbias. Vale salientar que tais sistemas de lagoas comumente não são monitorados de forma adequada para verificar suas eficiências e obter dados para futuros projetos. Este trabalho tem como finalidade fazer um diagnóstico da eficiência de três séries de lagoas de estabilização na grande Natal, Jardim Lola 1, Jardim Lola 2 e Beira Rio, na remoção de matéria orgânica e coliformes termotolerantes e, verificar se as condições operacionais dos sistemas esta dentro das faixas previstas no projeto, através dos parâmetros DBO5, DQO, coliformes termotolerantes, oxigênio dissolvido, pH, temperatura, nitrogênio amoniacal, sólidos totais e suspensos. Os sistemas estudados são constituídos por uma lagoa facultativa primária seguida de duas lagoas de maturação, que atendem a uma população predominante de baixa renda a qual está bem próxima da estação de tratamento de esgoto. As três ETE s foram monitoradas no período de maio a novembro de 2002, totalizando 20 coletas de amostras pontuais de esgoto bruto e efluentes das lagoas entre 8:00 e 9:50 h. Os principais aspectos a serem destacados no monitoramento foram a grande concentração de matéria orgânica e microrganismos nos esgoto brutos afluentes em relação ao previsto em projeto. Considerando toda a série as maiores remoções de matéria orgânica ocorreram no sistema Beira Rio (84 e 78% de DBO e DQO, respectivamente), que apresentava um TDH de 89 dias enquanto que os sistemas de Jardim Lola 1 e 2 eram de 36 dias e 18 dias respectivamente, foram determinadas remoções semelhantes de DBO (76%) e de DQO em torno de 60%. O sistema Beira Rio também foi o mais eficiente na remoção de sólidos e de nitrogênio amoniacal, comprovando a grande influência das variáveis operacionais tais como tempo de detenção hidráulica e carga orgânica aplicada, no desempenho dos sistemas de tratamento. Embora as estações de tratamento tenham atingido eficiências de coliformes termotolerantes em torno de 99,999%, as concentrações nos efluentes finais podem ser consideradas muito elevadas para lançamento em corpos aquáticos, particularmente as de Jardim Lola 1 e 2
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Josette Lourdes de Sousa Melo; Patrícia Guimarães; André Luis Calado Araújo

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Tratamento de esgotos Lagoas estabilização Matéria orgânica Eficiência tratamento ENGENHARIA SANITARIA

ISBN:

Date of Publication:11/30/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.