Details

Avaliação da resistência de clones e cultivares de batata à murcha bacteriana (Ralstonia solanacearum)

by Lima Neto, Artur Ferreira

Abstract (Summary)
Cultivares e clones de batata (Solanum tuberosum L.) foram avaliados de 2002 a 2004 naEmbrapa Hortaliças, Brasília-DF, para resistência à murcha bacteriana em campo naturalmente infestadocom a raça 1, biovar 1 de Ralstonia solanacearum. Os testes de avaliação foram conduzidos com ascultivares atualmente mais plantadas no Brasil e com conjuntos de clones relatados como resistentes noBrasil e em outras partes do mundo. Em todos os experimentos, a doença foi avaliada pela incidência deplantas murchas em intervalos que permitiram a construção de curvas de progresso da doença para cadagenótipo. A partir dessas, foram calculadas as áreas abaixo das curvas de progresso da doença (AACPD),valores usados para a realização das análises estatísticas por meio do programa SAS, que permitiram acomparação da resistência dos genótipos. Os genótipos mais resistentes nos ensaios foram os clones ?MB03? e ?MB 9846-01?, selecionados na Embrapa Hortaliças, e ?Cruza 148?, padrão internacional deresistência originário do México. Nesses clones a incidência da doença ficou abaixo de 10%, 100 diasapós o plantio. Dentre as cultivares, destacou-se ?Achat?, com cerca de 30% de plantas murchas, valorsignificativamente superior ao dos clones acima mencionados, porém inferior ao das cultivares Monalisa,Atlantic, Bintje e Ágata, amplamente cultivadas no Brasil, e que apresentaram acima de 80% das plantasmurchas. Observou-se que menores valores de AACPD correspondiam a um atraso no início doaparecimento dos sintomas da doença. Somente os clones ?MB 03? e ?Cruza 148? e a cultivar Achatapresentaram produção satisfatória devido à alta infestação do solo com o patógeno. Em outroexperimento, 28 genótipos tidos como resistentes à murcha bacteriana e mantidos na Lista de PatógenosTestados (Pathogen Tested List) do Centro Internacional de la Papa (CIP), foram introduzidos in vitro,multiplicados em vasos em casa de vegetação e então avaliados em campo infestado com a biovar 1 de R.solanacearum. Os genótipos ?Mabondo? e ?BW 8? se destacaram nas condições avaliadas e poderão,juntamente com os clones MB-03, Cruza 148 e MB 9846-01, ser incluídos em programas demelhoramento com a finalidade de transferir genes de resistência para cultivares de batata. Os clones MB03, 384515-1, MB 9721-01 e Cruza 148, anteriormente selecionados como resistentes na EmbrapaHortaliças, foram cruzados com as cultivares Monalisa, Baraka e Asterix para gerar genótipos quecombinassem resistência e boas características agronômicas. Dos 200 clones selecionados para tipo detubérculos em campo comercial em Cristalina - GO, somente dois apresentaram bom desempenhoquando cultivados em campo infestado na Embrapa Hortaliças, indicando que essa metodologia não éadequada para seleção de genótipos resistentes. Este resultado levou à recomendação da seleção pararesistência como fase anterior à seleção para tipo de tubérculo de modo que não se eliminem genótiposcom níveis satisfatórios de resistência. Adicionalmente foi avaliada a resistência à murcha bacteriana em128 acessos da coleção mundial de Solanum chacoense, procedentes do Inter-Regional PotatoIntroduction, Sturgeon Bay, Madison, EUA. De 1.792 clones avaliados, seis foram selecionados comoapresentando resistência à biovar 1 de R. solanacearum. Posteriormente, esses clones foram testados paraoutros isolados das biovares 1 e 2, procedentes de diferentes regiões do Brasil. Reação diferencial entreisolados e clones foram verificadas, mostrando que a resistência em S. chacoense é específica paradiferentes estirpes do patógeno.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Olinda Maria Martins; Luiz Eduardo Bassay Blum; Adalberto Corrêa Café Filho; Carlos Alberto Lopes; Leonardo Silva Boiteux

School:Universidade de Brasília

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:melhoramento da batata clones de resistência à murcha bacteriana Ciências Biológicas doenças parasitárias

ISBN:

Date of Publication:12/19/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.