Details

Avaliação da recuperação da cartilagem articular dotornozelo de ratos após aplicação de um protocolo dealongamento cíclico da musculatura posterior da perna apósimobilização

by Kalil Dias, Carolina Náglio

Abstract (Summary)
Objetivo: Avaliar a recuperação da cartilagem da articulação talocrural de ratos quandosubmetidos à um protocolo de alongamento muscular cíclico pós-imobilização.Material e Métodos: 40 ratos adultos foram divididos em 7 grupos: I - imobilizado (n=6),IR - imobilizado e 7 semanas de recuperação (n=6), IA - imobilizado e alongado (n=6), IAR -imobilizado-alongado e 7 semanas de recuperação (n=6), A - alongado (n=6), AR - alongadoe 7 semanas de recuperação (n=6) e C - controle (n=5). Para realizar a imobilização osanimais foram anestesiados com injeção intra peritoneal de Ketamina (95 mg/kg) e Xylazina(12 mg/kg). O modelo de imobilização utilizado foi o de Coutinho et al (2002), e aimobilização foi mantida por quatro semanas consecutivas. Após esse período a imobilizaçãofoi retirada e os animais foram submetidos ao protocolo de alongamento da musculaturaposterior da pata traseira esquerda, onde a articulação talocrural esquerda foi mantida emflexão dorsal máxima, manualmente, por 60s intercalados com 30s de relaxamento com dezrepetições, por sete dias na semana, durante três semanas. As articulações foramdescalcificadas e processadas em parafina e coradas por Hematoxilina e Eosina. Foramavaliadas as alterações morfológicas segundo Mankin et al (1971) e realizada morfometria(espessura da cartilagem e contagem de células).Resultados: Não houve alteração de espessura total da cartilagem articular entre os grupos napata tratada e na não tratada. O grupo controle apresentou a espessura da cartilagemcalcificada significantemente maior que todos os outros grupos. O grupo IA mostrou umaquantidade de células e presença de clones na pata tratada significativamente maior emrelação ao grupo IR, e na pata não tratada foi maior que os grupos C, IR e ARConclusão: As células da cartilagem articular aumentam em número e presença de clonesfrente ao estímulo de alongamento após a imobilização, e quando a recuperação do períodode imobilização é feita em livre movimentação, estas tendem a retornar ás condições préviasa imobilização, sugerindo uma melhor recuperação celular
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Stela Márcia Mattiello Gonçalves Rosa

School:Universidade Federal de São Carlos

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:cartilagem articular imobilização exercícios dealongamento recuperação de função fisiológica fisioterapia e terapia ocupacional

ISBN:

Date of Publication:02/28/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.