Details

Diagnóstico sócioambiental da atividade de fabricação da cal em fornos artesanais no município de Frecheirinha/Ce Diagnose the social and environment impacts generated by the activity of production of the whitewash in craft ovens in the municipal district of Frecheirinha/Ce

by Candeira Andrade, John Kennedy

Abstract (Summary)
O Estado do Ceará possui segundo dados do Atlas de Desenvolvimento Humano no Brasil, um Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M), de 0,7 ocupando a 20ª colocação no ranking dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal. Sendo que 75% de sua área encontra-se sob condições climáticas adversas, com precipitações anuais abaixo de 800 mm. Além da irregularidade das precipitações, apresenta ciclos de seca a cada 8 ou 12 anos, estando sob influência do clima semi-árido 49,69% da área total do estado. Dentre os seus municípios encontra-se o de Frecheirinha, localizado a 286,3 km de Fortaleza na porção noroeste do estado, com uma população de 11.832 e com um IDH-M de 0,605, que o coloca no 140º lugar entre os 184 municípios do Estado e no 4.584º lugar em relação aos 5.561 municípios brasileiros. É neste município e sob estas condições de adversidades climáticas e socioeconômicas que se desenvolve a atividade de fabricação da cal em fornos artesanais (caieiras). Em estabelecimentos que se caracterizam pela informalidade, e que obtém sua principal matéria prima (rocha calcária) oriunda de áreas de extração irregulares. Onde a madeira também é extraída, transportada e adquirida de forma irregular para posteriormente ser utilizada como lenha na transformação dos blocos de calcita em cal, gerando uma ação antrópica de devastação da cobertura vegetal nativa (caatinga). Além de emitir poluentes atmosféricos, com técnicas fabris rudimentares e condições laborais insalubres que expõe os trabalhadores a vários agentes de risco e doenças ocupacionais. Diagnosticar os impactos sócioambientais gerados pela atividade de fabricação da cal em fornos artesanais nomunicípio de Frecheirinha; bem como propor soluções alternativas baseadas no desenvolvimento endógeno sustentável foram os objetivos gerais desse estudo. Para tanto teve como objetivos específicos o de descrever o perfil socioeconômico das unidades quecompõem a amostra; identificar as condições de higiene e segurança do trabalho nas caieiras selecionadas; analisar os impactos socioambientais adversos identificados e estudar projetos alternativos de desenvolvimento endógeno sustentável. Na elaboração do estudo, adotou-se além da revisão de literatura e geocartográfica, o procedimento metodológico da pesquisa de campo ou mais especificamente da pesquisa participante de Malinowski, que se caracteriza pela inserção do pesquisador na realidade a que se propõe estudar. A seguir, utilizando o processo de amostragem não probabilística do tipo intencional ou por julgamento, em um universo de nove estabelecimentos presentes em Frecheirinha, os cinco mais representativos no que se refere aos quesitos: quantidade de fornos ativos, número de trabalhadores direta ou indiretamente envolvidos na atividade, consumo de lenha e rocha calcária e quantidade produzida/mês; foram escolhidos. Os dados coletados, tabulados e analisados indicaram: jornada de trabalho de até 12h em turnos diurnos e noturnos, 72% dos trabalhadores sem carteira assinada; O perfil educacional dos trabalhadores pesquisados é caracterizado por 3,7 anos de estudo em média, sendo que 24% nunca freqüentaram uma escola ou o fez por apenas alguns meses; 50% estudou por um período de 1 a 4 anos e 26% de 5 até o máximo de 8 anos. O nível de conhecimento adquirido varia entre um percentual de 50% que não sabem ler nem escrever, 37% que afirmam saber ler e/ou escrever pouco e 12% que responderam que sabem ler e escrever; incidência de casos de alcoolismo associados ao uso de outras drogas estimulantes; dermatoses; ausência de EPIs e EPCs; extração, transporte e consumo ilegais de 864m3/mês de lenha da mata nativa (caatinga); 1.440 ton/mês de calcáreo. As propostas alternativas endógenas viáveis são: a fabricação de mel em associações, devido ao potencial apícola da região e de sua sustentabilidade sócio-ambiental; a criação de um pólo de artesanato mineral e a visitação turística induzida pelo atrativo ecológico/cientifico das trilhas, formações rochosas e salões.
Bibliographical Information:

Advisor:Antônio Jeovah de Andrade Meireles; Rosiléa Alves de Sousa; Vládia Pinto Vidal de Oliveira

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:outros saúde ocupacional desenvolvimento sustentável extrativismo mineral vegetal occupational health sustainable development

ISBN:

Date of Publication:12/20/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.