Details

Preparações contendo lectinas de sementes de Cratylia mollis: atividade sobre Biomphalaria glabrata e Artemia salina

by Barbosa de, Flávia Fabianny

Abstract (Summary)
Lectinas são proteínas capazes de se ligar reversivelmente a carboidratos. Os caramujos podem transmitir doenças e Biomphalaria glabrata é o hospedeiro intermediário mais susceptível ao Schistosoma mansoni no Brasil. O uso deplantas com propriedades moluscicidas poderia ser um achado para o controle do vetor. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das preparações contendo lectinas em sementes de Cratylia mollis sobre B. glabrata e Artemia salina. Aspreparações foram obtidas através de protocolo previamente estabelecido: extrato, frações obtidas com sulfato de amônio (F0-40%, F40-60%, F60-80%) e F40-60% cromatografada em Sephadex G-75 (Cra Iso 1,4). O bioensaio para avaliar aatividade moluscicida usando caramujos B. glabrata (5 no preliminar e 10 no apurado) para cada preparação. Nestes bioensaios, as amostras (12,5 mg) foram solubilizadas em 1,25 l de água desclorada (A) em dimetil sulfóxido 1% (v/v), DMSO (A/DMSO) para uma concentração final de 100 ppm (24 h); amostras (8 mg) foram solubilizadas em 1 l de água desclorada em dimetil sulfoxido 1% (v/v) para uma concentração final de 80 ppm (24 h) seguido pela observação da mortalidade (máximo de 72 h). A temperatura (24 a 25°C) e o pH (6,0 a 7,0) foram acompanhados (no começo e ao final do ensaio). Foram feitos controles positivo (solução de carbonato cúprico a 50 ppm) e negativo (DMSO em água). Amostras ativas tiveram, pelo menos, 50 % de mortalidade a 100 ppm. O bioensaio com A. salina usou larvas eclodidas (48 h) em Cra Iso 1,4 e F60-80%. As soluções lectínicas foram preparadas a 10.000 ppm (solubilizada em água do mar em DMSO 1%). Soluções estoque (de cada amostra) foram diluídas em água do mar (1.000-1 ppm) e contendo 10 a 20 A. salina no ensaio preliminar e 10 no ensaio apurado. Os testes foram feitos por 24 h e as mortalidades foram observadas. Cra Iso 1,4 e F 60-80% promoveram a morte de B. glabrata em 80 e 100 ppm; estas preparações exibiram a mortalidade de A. salina de 1.000 a 1 ppm. As preparações (F60-80% e Cra Iso 1,4) mostraram atividade moluscicida e foram altamente tóxicas para A. salina
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Tereza dos Santos Correia

School:Universidade Federal de Pernambuco

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:biomphalaria glabrata cratylia mollis lectinas bioquimica artemia salina

ISBN:

Date of Publication:02/28/2003

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.