Details

A auto-avaliação das instituições de educação superior catarinenses diante da consolidação do sistema nacional de avaliação da educação superior (SINAES)

by Recktenvald, Marcelo

Abstract (Summary)
O governo brasileiro, por meio do Ministério de Educação (MEC), exerce um papel de regulação da qualidade da educação superior brasileira. A Lei Nº 10.861, de 14 de abril de 2004, instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), que propõe a articulação da regulação governamental com as iniciativas de auto-avaliação das Instituições de Ensino Superior (IES). Assim, as IES estão se adequando ao novo sistema, cumprindo as etapas sugeridas pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES). Por meio de pesquisa exploratória descritiva, com métodos quantitativos e qualitativos, apresentou-se como objetivo da pesquisa analisar o processo de auto-avaliação das IES catarinenses frente ao SINAES. Foram estudas a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), as IES vinculadas à Associação Catarinense das Fundações Educacionais (ACAFE) e as IES vinculadas à Associação de Mantenedoras Particulares de Educação Superior de Santa Catarina (AMPESC). Os objetivos específicos foram os seguintes: caracterizar as IES, identificar as práticas de avaliação institucional anteriores à instituição do SINAES; verificar as etapas de auto-avaliação realizadas pelas IES catarinenses, após a instituição do SINAES; descrever as facilidades, dificuldades e sugestões que as IES catarinenses têm em relação à etapa de auto-avaliação do SINAES; e avaliar o processo de auto-avaliação em relação às características das IES. A pesquisa exploratória e qualitativa, na primeira parte, foi descritiva, qualitativa, e do tipo levantamento ou survey na segunda parte. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados um questionário estruturado, em quatro blocos, com questões abertas e fechadas. As conclusões indicam distintas características das IES estudadas quanto ao órgão de regulação, organização acadêmica, regime jurídico e área geográfica. Mostram que as IES realizavam avaliação antes da instituição do SINAES, e estão se adequando às etapas sugeridas pela CONAES. Que há maior facilidade das IES com o comprometimento dos stakeholders internos, e maior dificuldade quanto aos recursos humanos. As IES reguladas pelo Sistema Federal de Educação (SFE) estão mais adequadas às etapas da CONAES do que as IES que se reportam ao Conselho Estadual de Educação (CEE). As faculdades, institutos e escolas superiores estão mais avançadas na adequação do que os centros universitários, que estão mais avançados do que as universidades, porquanto são prazos diferentes para estas distintas categorias. Em relação ao regime jurídico, enquanto que uma IES pública ainda não iniciou o processo, outra está em fase avançada, podendo ser comparada às IES privadas, com adequação maior em quatro etapas. Com relação à área geográfica, existe uma tendência das IES do norte e do oeste de Santa Catarina estar acima da média geral, enquanto as IES da Grande Florianópolis estar abaixo desta média. Como sugestões, em sua maioria, as IES indicam que a CONAES redimensione a quantidade de indicadores.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Araci Hack Catapan; Arnaldo Rosa de Andrade; Maria Jose Carvalho de Souza Domingues; Amélia Silveira

School:Universidade Regional de Blumenau

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Regulação Avaliação institucional SINAES ACAFE Institucional evaluation ADMINISTRACAO DE SISTEMAS EDUCACIONAIS Ensino superior; Avaliação; Santa Catarina; Universidades e faculdades -

ISBN:

Date of Publication:09/29/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.