Details

Contribuição ao estudo da geologia estrutural e da genese do deposito aurifero de Passagem de Mariana-MG

by de Oliveira, Fernando Roberto

Abstract (Summary)
A mina de ouro de Passagem de Mariana constitui-se em uma das mais antigas minas de ouro do País, já teve grande importância no cenário econômico nacional, tendo produzido até o início dos anos 80 cerca de 60 t de ouro. Neste trabalho foram abordadas questões relativas a estruturação e a gênese da mineralização aurífera, bem como condições metamórficas. O cenário estrutural da mina de Passagem de Mariana foi desenvolvido em dois episódios orogênicos relacionados aos ciclos Transamazônico (2,2-1,8 Ga) e Brasiliano (0,6 - 0,5 Ga). Durante o ciclos Transamazônico foram desenvolvidas estruturas dúcteis e rúpteis em eventos extensionais e compressivo. O evento extensional DI é marcado pelo desenvolvimento de veios de quartzo (V n-l) paralelo à oblíquo a foliação tectônica principal S(I?) sobre condições metamórficas anfibolito baixo. O segundo evento tectônico D2 compreende estruturas compressivas vergentes para NW representadas por falhamento de empurrão de baixo ângulo, dobras F2 apertadas a isoclinal e veios de quartzo desenvolvidos sobre condições metamórficas de fácies xisto verde médio/alto. O último evento Transamazônico a atuar na área compreende estruturas de caráter extensional incluindo tension gashes (Vn+I), estruturas do tipo pu/lapart, boudins e bandas de cisalhamento normal, vergentes para SE. A mineralização aurífera principal está associada a este evento. O evento tectônico D4 está associado ao ciclo oro genético Brasiliano, compreendendo estruturas rúpteis-dúcteis, incluindo clivagem de crenulação, veios de quartzo (Vn+2 e Vn+3) e intenso fraturamento. O metamorfismo associado a este evento é de fácies xisto verde baixo. A mineralização aurífera é epigenética, estando o ouro associado principalmente a arsenopirita, e menos comumente ocorre de modo livre, neste caso associado a veios quartzosos. O turmalinito da mina de Passagem ocorre sob três tipos distintos: (1) corpos maciços ricos em arsenopirita aurífera, próximos a veios_ (2)- delgados níveis não sulfetados intercalados em mármores_ (3)- filito turmalinizado
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Alfonso Schrank; Issamu Endo; Alfonso Schrank [Orientador]; Norberto Morales; Marco Antonio da Fonseca

School:Universidade Estadual de Campinas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:geologia estrutural ouro minas gerais

ISBN:

Date of Publication:03/16/1998

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.