Details

Variabilidade de cinco espécies arbóreas da região de cerrado do Brasil Central para medidas de germinação e emergência

by Ferreira, Wanessa Resende

Abstract (Summary)
Os estudos básicos de germinação de sementes e emergência de plântulasassumem papel relevante dentro das pesquisas científicas diante da realidade dedevastação e fragmentação da vegetação nativa do Cerrado. Em função disso, o presentetrabalho teve por objetivos avaliar o processo de germinação de diásporos e aemergência de plântulas de cinco espécies do Cerrado do Planalto Central e, a partir demedidas desses processos, quantificar as correlações lineares entre as mesmas;quantificar a contribuição da variabilidade das matrizes para as espécies estudadas e decada espécie em relação ao grupo estudado, utilizando-se modelos lineares hierárquicose, estimar parâmetros genéticos entre matrizes dentro de espécies. Os diásporos foramcoletados nas safras 2004/2005 numa região fragmentada do vale do rio Araguari, MG.Os testes foram realizados com diásporos recém-coletados de matrizes em separado,sendo os testes de germinação instalados em câmara de germinação e os de emergênciaem estufa coberta com telado redutor de luminosidade. A coleta dos dados foi realizadaa cada 24 horas, observando-se a protrusão do embrião para os experimentos montadosem laboratório e a emergência de qualquer parte da plântula acima do substrato paraexperimentos mantidos em estufa. Registrou-se variabilidade entre as matrizes dasespécies estudadas em todos os aspectos do processo de germinação e emergência e, porisso, a decisão da mistura ou não dos diásporos para a formação dos lotes deve sertomada após a realização de testes prévios. Foram registrados altos valores médios paragerminabilidade (G) e porcentagem de emergência (E) para as matrizes estudadas,indicando a boa qualidade fisiológica dos diásporos produzidos na safra 2004-2005. Osprocessos de germinação de sementes e emergência de plântulas de Anadenantheracolubrina e Chorisia speciosa e de emergência de plântulas de Myracrodruonurundeuva foram mais rápidos e sincronizados, enquanto para Cedrela fissilis eLithraea molleoides foram mais lentos, assíncronos e espalhados no tempo, indicando apresença de dormência relativa. Esse padrão de comportamento foi confirmado pormeio das correlações positivas entre E e Z (sincronia) e negativas entre E e I (incerteza)para os eventos síncronos; correlações negativas entre E e Z e positivas entre E e I paraos assíncronos. Para C. speciosa a sincronia da germinação também foi retratada pelaassociação positiva entre G e v (velocidade média). A partição da variabilidadepermitiu verificar que o processo de germinação e emergência de plântulas apresentapadrão de comportamento característico e intrínseco das espécies, com mais de 60% davariabilidade total atribuída às espécies. A herdabilidade da maioria das característicasavaliadas apresentou valores acima de 0,80, indicando que a maior proporção davariabilidade total é de natureza genética. Alta variabilidade genética, expressa peloCVg, e detectada para as medidas de tempo, velocidade e sincronia foi registrada entreas matrizes de L. molleoides e C. fissilis. A magnitude dos valores de CVg mostrou queexiste variação genética nas espécies estudadas com relação aos processos degerminação e emergência e, por se tratar de material com variabilidade natural, devemser incluídas em projetos de conservação.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Denise Garcia de Santana; Fátima Conceição Marquez Pinã Rodrigues; Rogério de Melo Costa Pinto; Marli Aparecida Ranal

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Árvores tropicais Medidas de emergência germinação AGRONOMIA Sementes Germinação

ISBN:

Date of Publication:10/25/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.