Details

Uso de leito de macrofitas no tratamento de aguas residuarias

by Castilho Mansor, Maria Teresa

Abstract (Summary)
Este traballio visou avaliar, por um período de seis meses (set/97 a fev/98), o desempenho de leitos com escoamento subsuperficial, cultivados com macrófitas emergentes, no tratamento de águas residuárias primárias do Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas da UNICAMP. O experimento consistiu na implantação e operação de uma planta piloto composta por quatro leitos -área de 4,24 m2ealtura de 0,60 m -construídos em blocos de concreto acima do níveldo solo. O desempenho dos leitos foi comparado em termos de redução de demanda quúnica de oxigênio, remoção de nitrogênio como total Kjeldabl, fósforo total como pol-, coliformes totais e fecais, considerando-se o tamanho da brita usada como meio suporte nos leitos (55 a 90 mm ou 90 a 135 mm), a presença de macrófitas (um dos leitos permaneceu sem cultivo para controle do experimento) e a espécie cultivada (a espécie híbrida Typha dominguensis Pers. x Typha latifolia L. ou a espécie Eleocharis fistulosa). Uma taxa orgânica média de 142,6 KgDQOlha.dia foi aplicada aos leitos; estimou-se o tempo médio de detenção hidráulica em 2,5 dias. Para as análises químicas, os melhores resultados médios mensais foram obtidos nos leitos cultivados, contendo brita de 55-90 mm como meio suporte. A máxima redução de DQO, igual a 82,7%, e a máxima remoção de fósforo total como pol-, igual a 86,4%, foram obtidas no leito cultivado com Typha dominguensis Pers. x Typha latifolia L.. A máxima remoção de nitrogênio como total Kjeldabl, igual a 91,8%, foi obtida no leito cultivado com Eleocharis fistulosa. No geral, obteve-se um acréscimo no número mais provável de coliformes totais e fecais no efluente de todos os leitos; porém, neste caso os resultados foram inconclusivos por restrições impostas pelo relativamente pequeno conjunto de dados. Todos os resultados obtidos neste experimento devem ser considerados informativos acerca do desempenho dos leitos na sua concepção, ao invés de medidas de seudesempenho médio após estabelecimento das plantas. Através de processamento de imagens, calculou-se o comprimento das raizes de Typha dominguensis Pers. x Typha latifolia L. transplantadas em leitos contendo brita de 90-135 mm e 55-90 mm como 1.161 me 1.315,8 m, respectivamente. As áreas superficiais totais médias de raiz contidas em cada leito, estimadas a partir destes valores, foram de 1.011 m2 e 1.145,8 m2, respectivamente. Quanto 'a adaptação das espécies cultivadas nos leitos, a E/eocharis mostrou-se mais resistente e vigorosa que a Typha em relação às condições adversas enftentadas durante o transplante e adaptação, porém apresentou desenvolvimento mais lento em termos delançamento de brotos, crescimento e espalhamento no leito, devido às características peculiares da espécie
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Denis Miguel Roston

School:Universidade Estadual de Campinas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Aguas residuais - Purificação Tratamento biologico Saneamento rural

ISBN:

Date of Publication:05/20/1998

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.