Details

Um estudo psicofisiológico da síndrome da apnéia obstrutiva do sono: avaliação do impacto sobre depressão, memória e sonolência diurna

by Lobato, Gledson Régis

Abstract (Summary)
O reconhecimento da importância do sono para a saúde humana e o seu estudo sistematizado possibilitou identificar doenças específicas do sono, dentre essas, destaca-se a Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS). Essa síndrome consiste de paradas na respiração, ocorridas durante o sono, devidas ao fechamento das vias aéreas superiores.Na medida em que a respiração cessa totalmente (apnéia) ou parcialmente (hipopnéia), há uma diminuição nos níveis de oxigênio do sangue, desencadeando uma resposta central de despertar ou microdespertar, as quais fragmentam o sono, tornando-o superficial e não reparador e, por conseguinte, acarreta problemas para a pessoa no período de vigília. Recentemente, têm-se estudado os correlatos psicológicos da SAOS, havendo evidências da relação entre essa síndrome e depressão, sonolência diurna e prejuízos da memória. O objetivo desta pesquisa foi verificar a correlação da SAOS com a depressão, sonolência diurna e memória cotidiana.As hipóteses foram que um grau maior de apnéia estaria associado com estados depressivos mais graves, perdas significativas da memória cotidiana, bem como aumento da sonolência diurna. A amostra foi constituída por 30 pacientes, com idade entre 29 e 59 anos, sendo 19 homens e 11 mulheres, de um Hospital particular de Patos de Minas. Esses pacientes, dentro da rotina para o diagnóstico médico, foram submetidos ao exame polissonográfico, no qual se realizam medidas fisiológicas durante o sono (ex. número de apnéias/hipopnéias/hora). Os pacientes que atingiram o índice de apnéia/hipopnéia (IAH) compatível com a caracterizaçãoda síndrome (índice de apnéia/hipopnéia > 5 eventos/hora) foram convidados a participar da pesquisa, preenchendo o Inventário Beck de Depressão (BDI), o Questionário dosEsquecimentos Cotidianos (QEC), a Escala de Sonolência de Epworth (Epworth). Foram calculados os coeficientes de correlação de Spearman entre os índices de: IAH-BDI, IAHQEC,IAH-Epworth, como também se aplicou o teste de Kruskal-Wallis para a verificação da divisão dos grupos de acordo com o nível de gravidade da SAOS. As hipóteses da pesquisanão foram corroboradas, contudo, encontrou-se correlação entre as seguintes variáveis: IAH-Eficiência do sono, IAH-sono de ondas lentas, QEC-BDI. Quanto ao teste de Kruskal-Wallis, diferenças estatisticamente significativas entre os grupos foram detectadas quando se avaliou o IAH e a porcentagem do sono de ondas lentas. Embora o presente estudo demonstre não haver correlação linear entre SAOS e depressão, memória cotidiana e sonolência diurna, aanálise das correlações como um todo sugere futuras linhas de investigação, tais como a relação entre depressão e memória, bem como a relação da memória com a sonolência diurna e com o sono REM.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marilia Ferreira Dela Coleta; Ederaldo Jose Lopes; Cesar Alexis Galera

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Depressão Memória Sonolência Apnéia Síndrome das apnéias do sono

ISBN:

Date of Publication:04/04/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.