Details

Um Ensaio Educacional na Casa da Esperança: tentativas de estabilizar o instável no Autismo.

by de Lima, Felipe Franklin

Abstract (Summary)
Este trabalho recorta a temática do autismo através dos conceitos de Diferença em Gilles Deleuze, de Relações saber-poder, Genealogia, Disciplina e Normalização em Michel Foucault e de Imitação e Invenção presentes na obra de Gabriel Tarde. Problematiza-se o processo de subjetivação de 8 alunos estagiários da Casa da Esperança. Essa instituição, sediada na cidade de Fortaleza (Ce), é considerada referência internacional na abordagem clínica e educacional de autistas.A hipótese central que norteia nossa investigação é a de que a subjetividade desses alunos estagiários resulta de múltiplos desdobramentos inscritos nas relações de diagnóstico, de aprendizagem e de inclusão verificadas e analisadas ao longo da pesquisa.Metodologicamente apoiamo-nos nas reflexões do sociólogo e interacionista-simbólico Howard Becker. Em especial, sua visão microssocial acerca do improviso e da versatilidade com a qual um pesquisador deve se valer nas múltiplas situações em que interage com seus sujeitos pesquisados. Sendo uma pesquisa de natureza qualitativa, realizamos levantamentos bibliográficos sobre o tema, entrevistas abertas e semi-diretas e filmagens com os sujeitos pesquisados e com especialistas nacionais e internacionais, observação participante, coleta de relatos informais, relatórios de professores dos alunos estagiários, prontuários, visitas a instituições e escolas da rede pública e privada que lidam com autistas no Ceará, participação em fóruns, seminários e encontros sobre autismo e temas afins, pesquisas na Internet, além de uma consulta sistemática nos meios de comunicação de massa (jornais, revistas de grande circulação e especializadas, filmes e documentários). Nosso trabalho se estrutura em quatro momentos. No primeiro deles, configuramos o autismo enquanto um tema que ?surgiu? e se desenvolve sob o signo da controvérsia. Demonstramos ainda que as mutações conceituais do autismo inscritas nos grandes sistemas classificatórios tais como a CID-10 E o DSM-IV possuem ligações com as crenças científicas envolvidas no ?surgimento do autismo? e com o desenvolvimento de áreas especializadas tais como a Engenharia Genética e as Neurociências. Através dos conceitos de imitação e invenção em Gabriel Tarde analisamos o que alimenta essas grandes discussões à luz do cotidiano das pessoas anônimas e comuns. Num segundo momento, complementamos nossa instrumentalização conceitual através do conceito de Diferença em Gilles Deleuze e dos conceitos de Relações saber-poder, Genealogia, Disciplina e Normalização em Michel Foucault. Nosso intuito é problematizarmos certas noções que emolduram o autismo como um assunto complicado, difícil, enigmático e normalizado.No terceiro momento, afunilamos a discussão dos dois capítulos anteriores adentrando na nossa específica questão de pesquisa. Neste momento abordamos como opera o conceito educacional de Currículo Funcional Natural criado por Judith LeBlanc diante das reformulações que o comportamentalismo de base skinneriana proposto pela Casa da Esperança nele processou. Analisamos ainda as propostas pedagógicas das oficinas protegidas onde os sujeitos pesquisados eram e/ou foram monitores.No quarto e último momento do trabalho, cartografamos os sujeitos pesquisados a partir do efeito que o poder de normalização (Foucault) produz nas subjetividades dos ?alunos especiais da Casa da Esperança?.Nas considerações finais, convergimos a discussão efetuada nos três capítulos evidenciando os efeitos das relações de diagnóstico, de aprendizagem e de inclusão na produção da subjetividade dos ?pesquisados? e porque consideramos a Casa da Esperança uma Ilha de Inclusão.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Rita de Cássia Barbosa Paiva Magalhães; Sylvio de Sousa Gadelha Costa; Vanda Magalhães Leitão

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:EDUCACAO ESPECIAL educação diferença inclusão Jovens autistas - Educação Fortaleza(CE) Emprego Atitudes Autismo na adolescência Reabilitação

ISBN:

Date of Publication:12/15/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.