Details

Stress, burnout, coping em padres responsáveis pela formação de seminaristas católicos

by Fátima Alves, Maria de

Abstract (Summary)
A presente pesquisa tem como finalidade verificar como o stress e o burnout se dãoem sacerdotes que atuam na formação do futuro clero. Busca individuar e descrever demaneira positiva os estressores que caracterizam as situações de tensão próprias dessegrupo, além de individuar as estratégias de enfrentamento por ele usadas. Para tanto, foramvalidadas para essa população três escalas de largo uso na pesquisa: o Inventário deSintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL); Inventário de Maslach de Burnout (MBI) eInventário de Estratégias de Coping, de Folkman e Lazarus. Estas três escalas foramaplicadas e validadas em dois grupos distintos de sacerdotes. Os resultados de cada umadessas amostragens foram submetidos a análises fatoriais distintas. Por razões de acessomais fácil à população em estudo, foi usada na pesquisa apenas a segunda amostragem (ados formadores). Esta amostragem foi constituída por 103 padres formadores. Visandocomplementar qualitativamente os dados, foi aplicado a esse mesmo grupo um questionáriomais qualitativo elaborado pela pesquisadora, o Questionário de Avaliação de Estressores,de Morais. O conjunto de todos esses dados foi tabulado e analisado, usando-se para tantotestes não paramétricos e cruzamento entre as escalas.Detectaram-se diferenças significativas em correlações de vários tipos, seja quantostress (exaustão emocional, despersonalização), seja quanto aos fatores de coping,indicados pela Escala de Lazarus e Folkman. Correlações positivas significativas foramencontradas nestas categorias: confronto e despersonalização, sintomas físicos e sintomaspsicológicos de stress; afastamento e exaustão emocional; e sintomas psicológicos destress; fuga e esquiva e despersonalização; exaustão emocional e sintomas físicos esintomas psicológicos, despersonalização e sintomas físicos e psicológicos de stress;realização profissional e sintomas físicos de stress apresentaram uma correlação negativa.O questionário da autora desta pesquisa sobre os estressores do cotidiano mostrou que oencaminhamento do formando de volta para sua família é o maior estressor, já o ambientede trabalho na casa de formação é o menor causador de stress para os padres formadores.Na conclusão, são apontadas as estratégias de maior êxito no enfrentamento dasdificuldades dos presbíteros com relação às suas atividades diárias
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:João Edenio dos Reis Valle

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Exaustão Stress em presbíteros formadores católicos Igreja Catolica -- Clero Formacao Burnout (Psicologia) Seminaristas

ISBN:

Date of Publication:10/03/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.