Details

Sistema de produção do material utilizado como semente de algodão (Gossypium hirsutum L.), na região de Guanambi

by Rodrigues Donato, Paulo Emilio

Abstract (Summary)
O presente trabalho teve como objetivo obter informações sobre aqualidade da semente de algodão ( Gossypium hirsutum L.) utilizada poragricultores de dez municípios da região sudoeste da Bahia (Guanambi,Caetité, Palmas do Monte Alto, Candiba, Pindaí, Urandí, Sebastião Laranjeiras,Iuiu, Malhada e Bom Jesus da Lapa). As amostras utilizadas foram obtidasjunto aos produtores por ocasião da implantação da safra 2003/2004, nosmeses de outubro a dezembro de 2003. Estas amostras foram avaliadasquanto a pureza física, germinação, população inicial, taxa de emergência esanidade. Os resultados obtidos permitiram concluir que 100% das sementescom linter e 90% das sementes deslintadas estavam dentro do padrão degerminação estabelecido pela CESM-BA; 100% das sementes deslintadas e94% das sementes com linter estavam dentro do padrão de purezaestabelecido pela Comissão Estadual de Sementes e Mudas da Bahia, CESM-BA.Em relação à sanidade das sementes, constatou-se que em 95% dasamostras analisadas havia a presença de Fusarium e em 38% a presença deAlternaria, dois fungos patogênicos de importância para a cultura do algodão.Foi detectada a presença de fungos de importância no armazenamento desementes, sendo que 52% das amostras analisadas havia a presença deAspergillus. O Penicillium estava presente em 72% destas. Foram detectadasainda outras 11 espécies de fungos, de pouca importância para a cultura doalgodão. Durante o processo de obtenção das amostras foi aplicado umquestionário aos produtores, obtendo-se informações sobre tamanho da áreacultivada, tipo de semeadura, origem das sementes, produção de sementespróprias, sistemas de colheita e beneficiamento das sementes, deslintamento,armazenamento, tratamento das sementes, teste de germinação e práticasculturais. A análise destas informações permitiu concluir que: 47 % dosprodutores cultivam áreas maiores do que 100 ha; 82% utilizam semeadoras;69% utilizam sementes comuns adquiridas no comercio local, 16% produzemsua própria semente e 15% utilizam sementes fiscalizadas; 70% argumentamque sementes fiscalizadas são de custo elevado; 67% dos que produzem suaprópria semente utilizam áreas irrigadas para produzi-las; 73% realizamcolheita manual; 64% dos que produzem a sua própria semente fazem obeneficiamento; todos recebem as sementes deslintadas quimicamente;nenhum deles armazena sementes na propriedade; 55% fazem tratamento desementes; 71% fazem teste de germinação antes do plantio; todos realizamcontrole de pragas, 9% realizam controle de doenças e 29% realizam inspeçãode campo.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Orlando Antônio Lucca Filho

School:Universidade Federal de Pelotas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Algodão Sementes Qualidade fisiológica sanitária Sistema de produção AGRONOMIA

ISBN:

Date of Publication:12/20/2004

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.