Details

"Resultados das anastomoses término-terminais e látero-laterais no tratamento da enterite de Crohn"

by Azevêdo Sanfront, Fernanda de

Abstract (Summary)
O interesse pela doença de Crohn tem aumentado progressivamente em nosso país.Muitas publicações têm surgido na área nos últimos anos. O tratamento inicial é clínico, mas a maioria dos doentes precisa de tratamento cirúrgico ao longo da evolução. Mais de 70% dos pacientes com doença de Crohn serão operados durante o curso da doença. A recorrência sintomática ou não da doença de Crohn na anastomose íleo-cólica tem levado diversos autores a tentar novas técnicas cirúrgicas com o objetivo de retardá-la ou previni-la. Taxas de reoperação de 40% em cinco anos e 55% em dez anos já foram publicadas. O tipo de técnica cirúrgica utilizada e a sua relação com a recorrência na anastomose após ressecção ileal ou ileocolônica é, portanto, um tópico de grande importância quando se trata a doença de Crohn. Considerando-se a importância da recidiva na qualidade de vida dos pacientes com Doença de Crohn, julgamos oportuno avaliar e comparar a taxa de recorrência da doença de Crohn e a morbidade das anastomoses látero-laterais em relação às termino-terminais em pacientes com acometimento da doença em íleo terminal. Foram revisados prontuários cujos dados foram coletados prospectivamente no ambulatório de doenças inflamatórias no período de setembro de 1984 a março de 2004. Apenas os pacientes com diagnóstico de doença de Crohn em intestino delgado exclusivamente ou associada a manifestação em intestino grosso que foram submetidos a enterectomia ou a ressecção de intestino delgado e cólon direito em algum momento do tratamento foram incluídos na pesquisa (total de 141 pacientes e 185 procedimentos analisados-média de 1,65 por paciente). A indicação cirúrgica mais frequente foi por intratabilidade clínica, seguida por fístula intestinal, das quais a mais frequente foi a enterocutânea.Em 185 procedimentos realizados,101 foram seguidos de anastomose látero-lateral mecânica e 84 seguidos de término-terminal manual. Das cirurgias realizadas, a mais frequente foi a enterectomia associada a ressecção de colon direito.As complicações foram divididas em precoces e tardias.A complicação precoce mais frequente foi deiscência de anastomose.A taxa global de complicações foi de 15,1%.Dos 84 procedimentos com anastomose término-terminal realizados, 40 recidivaram(47,6%), com um intervalo médio de cinco anos entre o procedimento inicial que deu origem à recidiva e o procedimento de correção. Entre os 101 procedimentos realizados com anastomose látero-lateral, apenas seis pacientes foram reoperados, num intervalo médio de três anos, e nenhum deles foi por complicação junto à anastomose látero-lateral. Concluímos portanto, que a enterectomia seguida de anastomose láterolateral mecânica deve se constituir na técnica cirúrgica de eleição, por determinar número de reoperação por Doença de Crohn sintomática significativamente menor que as anastomoses término-terminais.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Magaly Gemio Teixeira; Peretz Capelhuchnik; Desiderio Roberto Kiss; Magaly Gemio Teixeira

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: Anastomose cirúrgica Constrição patológica Doença de crohn/cirurgia

ISBN:

Date of Publication:08/07/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.