Details

Resposta imune intestinal de camundongos geneticamente deficientes em complexo de histocompatibilidade principal (MHC classe I ou II) infectados por Strongyloides venezuelensis

by Rodrigues, Rosângela Maria

Abstract (Summary)
A infecção por Strongyloides sp. induz resposta imune caracterizada por eosinofiliatecidual, mastocitose, produção de citocinas Th2 e anticorpos, tanto em roedores comoem humanos. O objetivo desse estudo foi investigar a resposta imune contra a infecçãopor Strongyloides venezuelensis em camundongos geneticamente deficientes emcomplexo de histocompatibilidade principal (MHC) de classe I ou de classe II.Camundongos C57BL/6 (WT), MHC I-/- e MHC II-/- foram subcutaneamente inoculadoscom 3000 larvas (L3) de S. venezuelensis e sacrificados no 50, 80, 130 e 210 dias pósinfecção(p.i.). A taxa de infectividade foi estimada pela contagem de ovos/g/fezes,número de fêmeas recolhidas do intestino e taxa de fecundidade. Amostras do intestinodelgado foram rotineiramente processadas e coradas com hematoxilina eosina, azul detoluidina e PAS-azul de alciano para identificação de eosinófilos, mastócitos e célulascaliciformes, respectivamente. Níveis de IL-4, IL-5, IL-12 e IFN-amp;#947; foram quantificadosnos homogeneizados do intestino delgado e no soro dos camundongos infectados e nãoinfectados por ELISA. Níveis de IgM, IgA, IgE, IgG total, IgG1 e IgG2a anti-Strongyloides foram quantificados no soro dos camundongos infectados e dos nãoinfectados por ELISA. Amostras de sangue foram colhidas para realizar a contagemglobal e diferencial dos leucócitos. Os camundongos MHC II -/- foram mais susceptíveisa infecção por apresentar elevado número de ovos eliminados nas fezes e retardo naeliminação dos vermes adultos quando comparado aos camundongos selvagens (WT) eMHC I-/-. Analise histopatológica revelou a presença de infiltrado inflamatório leve nointestino delgado dos camundongos MHC II-/- com redução da eosinofilia tecidual,mastócitos e células caliciformes. Esses camundongos apresentaram também o númerode eosinófilos e células mononucleares no sangue, significativamente reduzidos,acompanhados de redução de citocinas Th2 no homogeneizado do intestino e soroquando comparado aos camundongos WT e MHC II-/-. Além disso, os níveis de IgM,IGA, IgE, IgG total e IgG1 Strongyloides específicos no soro dos camundongosMHC II -/- reduziram significativamente, enquanto que discreto aumento nos níveis deIgG2a pode ser observado em comparação aos camundongos WT e MHC I-/-.Entretanto, estes resultados demonstraram que a expressão das moléculas de MHC IImas não as de MHC classe I são essenciais para um controle efetivo da infecção porStrongyloides, podendo explicar os possíveis mecanismos envolvidos na evasão doparasito da resposta imune do hospedeiro desencadeando assim nas formaspotencialmente fatais da estrongiloidíase e disseminação para outros órgãos,principalmente em indivíduos imunossuprimidos.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Aparecida de Souza; Julia Maria Costa-Cruz; Ernesto Akio Taketomi; Eleuza Rodrigues Machado; Dulcinéa Maria Barbosa Campos

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:MHC de classe II Imunossupressão Resposta imune IMUNOLOGIA

ISBN:

Date of Publication:07/23/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.