Details

Relaxamento do corpo cavernoso de coelho induzido pela fração alcaloidal F3-5 de Aspidosperma ulei Markgr

by Assis Mendes, Francisco de

Abstract (Summary)
A disfunção erétil é um problema mundial de saúde pública e, apesar dos avanços trazidos pela utilização dos inibidores da fosfodiesterase tipo-5, ainda há muito interesse em novas alternativas de tratamento, especialmente quando derivadas de produtos naturais. Alguns pesquisadores observaram os efeitos pró-eréteis de uma fração rica em alcalóides de Aspidosperma ulei Markgr., denominada F3-5. Neste estudo, foi avaliado o grau de relaxamento induzido por F3-5 no corpo cavernoso de coelho, bem como possíveis mecanismos farmacológicos envolvidos, in vitro. Foram realizados diversos ensaios experimentais, utilizando-se os métodos de superfusão de tecido em cascata e de banho isolado de tecido. Com tiras de corpo cavernoso pré-contraídas com fenilefrina (5 amp;#956;M), foram produzidas curvas de dose-resposta de relaxamento para F3-5, papaverina e DMSO. Também foram realizados ensaios para avaliação dos efeitos de L-NAME, 7-NI, ODQ, propranolol, atropina, sildenafil e F3-5 sobre os relaxamentos mediados por nitroprussiato de sódio, acetilcolina, isoproterenol, sildenafil e F3-5. Com preparações de corpo cavernoso despolarizadas, em um meio livre de cálcio e rico em potássio (60 mM), os efeitos de F3-5 e DMSO sobre as contrações induzidas pelo aumento progressivo na concentração de Ca2+ (1 ? 300 mM) foram observados. F3-5 foi capaz de induzir o relaxamento completo do corpo cavernoso de coelho, com magnitude similar à da papaverina para todas as doses testadas, exceto 3 mg, quando apresentou relaxamento significantemente maior. As superfusões de L-NAME, 7-NI e ODQ não inibiram significantemente os relaxamentos provocados por F3-5, sugerindo que este age independentemente da via nitrérgica. Propranolol e atropina também não interferiram significantemente com os relaxamentos mediados por F3-5, indicando que receptores amp;#946;-adrenérgicos ou muscarínicos também não devem estar envolvidos. F3-5 não amplificou significantemente os relaxamentos promovidos por nitroprussiato de sódio ou acetilcolina, ao contrário de sildenafil, sugerindo que não age por inibição da fosfodiesterase tipo-5. Finalmente, em tecido cavernoso pré-incubado com F3-5, a dose mínima de Ca2+ necessária para contração muscular foi trinta vezes superior àquela utilizada em tecido sem tratamento prévio ou tratado com DMSO. Esta inibição das contrações de corpo cavernoso mediadas pelo Ca2+ sugere, portanto, que F3-5 pode atuar através do bloqueio de canais de cálcio voltagem-dependente.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Lúcio Flávio Gonzaga Silva; Paulo Roberto Leitao de Vasconcelos; Nilberto Robson Falcão do Nascimento

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:CIRURGIA UROLOGICA Fitoterápico Impotência Relaxamento Muscular

ISBN:

Date of Publication:05/30/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.