Details

Qualidade de vida após infarto agudo do miocárdio: avaliação com os questionários Mac New QLMI e SF-36

by Alcântara, Erikson Custódio

Abstract (Summary)
O infarto agudo do miocárdio (IAM) é uma doença que resulta quase sempre da aterosclerose coronariana, a qual funciona como substrato anatômico capaz de desencadear o fenômeno trombótico e causando desequilíbrio súbito entre a oferta e o consumo de oxigênio pelo miocárdio. No Brasil, anualmente, a incidência é de 300 a 350 mil casos de IAM e cerca de 214 mil evoluem para o óbito. A qualidade de vida ligada à saúde diz respeito ao grau de limitação e desconforto que uma determinada doença ou tratamento relacionado a ela acarretam ao paciente e à sua vida. Trata-se de um conceito que traz consigo uma elevada carga de subjetividade e de variáveis sociais e culturais. Os chamados questionários genérico e especifico, são instrumentos utilizados para medir qualidade de vida. O objetivo deste estudo é correlacionar a qualidade de vida avaliada em pacientes após infarto agudo do miocárdio, por meio dos questionários Mac New QLMI e SF-36, associando os escores dos domínios físico, emocional e social com o tratamento instituído, fatores de risco e tempo decorrido desde o infarto. Foram estudados 96 pacientes, sendo 25 do sexo feminino e 71 do sexo masculino, com idade média de 54,3 ± 5,9, com episódio de IAM que ocorreu entre 3 a 18 meses antes da aplicação dos questionários. Os pacientes foram selecionados no período de dezembro de 2003 a janeiro de 2004 via serviço de arquivo médico do Hospital de Clínicas de Uberlândia/UFU. Foram utilizados os questionários de QV Mac New QLMI, um instrumento especifico, e o SF-36, um instrumento genérico. Os dados foram analisados por técnicas descritivas e a correlação dos escores de cada domínio dos questionários foi avaliada no grupo aplicando-se análise de variância. Os resultados demonstram que: a) os escores dos domínios físico e social têm alta correlação entre os questionários. b) a realização do cateterismo cardíaco é o único procedimento instituído que se correlaciona com todos os domínios do questionário especifico. c) a correlação entre a presença dos fatores de risco, diabetes mellitus e dislipidemia, com a QV são os que se destacam significantemente (p<0,01) para ambos os questionários. Outros fatores de risco como hipertensão arterial, tabagismo, depressão/ansiedade e estresse apresentam correlação significativa, (p<0,01), apenas para o questionário genérico SF-36. Na amostra estudada não há diferença significativa nos escores dos domínios dos questionários quando correlacionados com o índice de QV até os 18 meses após IAM. Concluímos que a não realização do cateterismo e a presença de diabetes mellitus e dislipidemia contribuem, de forma significativa, para redução na percepção da qualidade de vida dos indivíduos entrevistados. As alterações mais importantes encontradas neste grupo são referentes aos escores físico e social em ambos os questionários.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Elmiro Santos Resende

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Qualidade de vida Infarto agudo do miocárdio CIENCIAS DA SAUDE Enfarte

ISBN:

Date of Publication:10/24/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.