Details

Qualidade fisiológica de sementes de genótipos de algodoeiro sob estresse salino

by Guedes de, Leonardo Henrique

Abstract (Summary)
A germinação de sementes de algodão e a emergência de plântulas são geralmente retardadas e reduzidas pela salinidade. Embora o algodão seja considerado uma cultura tolerante, pode sofrer reduções substanciais no seu crescimento e na produção quando exposta à condição de salinidade. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do estresse salino na fase de germinação em quatro genótipos de algodão (BRS Rubi, BRS Safira, BRS 201 e CNPA 187 8H), empregando-se diferentes potenciais osmóticos, gerados com acréscimo de cloreto de sódio (NaCl). O estresse salino foi simulado, utilizando-se soluções aquosas de NaCl nos potenciais 0,0; -0,2; -0,4; -0,6; -0,8 e -1,0 MPa. Os tratamentos foram monitorados por meio de testes para análise de sementes: germinação, primeira contagem, índice de velocidade de germinação (IVG), comprimento de parte aérea, comprimento de radícula, peso seco de eixo embrionário e relação radícula/parte aérea. Os testes para germinação, primeira contagem e IVG foram realizados utilizando-se 50 sementes por repetição; para o estudo de comprimento de parte aérea, comprimento de radícula, peso seco de eixo embrionário e relação radícula/parte aérea, foram utilizadas 20 sementes por repetição. Para ambos os testes, foram realizadas quatro repetições por genótipo para cada um dos potenciais. As sementes de cada repetição foram envolvidas em papéis Germitest umedecidos com a solução de NaCl correspondente ao potencial. As repetições de ambos os testes foram conduzidas em germinador e a umidade mantida ao ponto de saturação. As leituras das três primeiras variáveis analisadas foram iniciadas quatro dias após a indução do estresse salino. As avaliações foram realizadas diariamente; as sementes foram retiradas e contabilizadas à medida que ocorria a germinação. Para os testes de comprimento, apenas as repetições correspondentes ao potencial de NaCl 0,0 MPa foram lidas, quatro dias após o início da indução do estresse. As leituras das repetições dos potenciais -0,2 e -0,4 e dos potenciais -0,6, -0,8 e -1,0 MPa foram realizadas, respectivamente, aos 12º e 20º dias. Para a realização das leituras deste teste, a parte aérea das 20 plantas de cada repetição foi separada da radícula e ambas mensuradas. As análises estatísticas foram efetuadas, utilizando-se os procedimentos GENMOD e GLM do SAS. Para a variável germinação, as cultivares CNPA 187 8H e BRS Safira destacaram-se para o potencial -0,8 MPa, com médias de 89% e 81%, respectivamente. Foi observado que o aumento do potencial salino reduziu a porcentagem do IVG. Para cada dia de avaliação, verificou-se que o aumento do potencial salino provoca uma redução do comprimento da parte aérea e da radícula. A radícula tende a crescer mais que a parte aérea até o potencial -0,4 MPa
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marleide Magalhães de Andrade Lima; Pedro Dantas Fernandes; Kátia Castanho Scortecci; Márcia Soares Vidal

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Germinação Algodão

ISBN:

Date of Publication:02/28/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.