Details

Produtividade, análises químico-bromatológicas e nutrição mineral de plantas de sorgo forrageiro irrigadas com águas salinas

by Vieira, Mauro Regis

Abstract (Summary)
A utilização de águas salinas ou o manejo inadequado em projetos de irrigação acarretam acúmulo de sais no solo, os quais quando em excesso, afetam diversos processos fisiológicos, a nutrição mineral e o crescimento e produtividade das culturas. Neste trabalho, avaliou-se a produtividade, a composição químico-bromatológica e os teores de elementos minerais (Na+, Cl-, K+, Ca+2 e P) de dois genótipos de sorgo forrageiro, CSF 18 e CSF 20, irrigados com águas de diferentes níveis de salinidade, 0,90 (água do poço), 2,60, 4,20 e5,80 dS m-1. Também foi avaliado o acúmulo de sais no solo durante o cultivo sob irrigação com água salinas e o efeito das chuvas no processo de lavagem desses sais. O experimento obedeceu a um delineamento em blocos ao acaso com parcelas subdivididas, em esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições; o estudo foi desenvolvido em condições de campo, na estação seca, em um Argissolo Vermelho Amarelo com espaçamento de 0,80 x 0,10 m. Após 112 dias da semeadura, foi medida a altura das plantas, que foram colhidas para se avaliar a produtividade de biomassa verde e seca. Plantas com panículas abertas foram colhidas e, nas amostras pré-secas e trituradas em moinho tipo Wiley, realizaram-se as análises laboratoriais. mostras de solo foram coletadas antes e após o cultivo e ao final da estação chuvosa. A plicação de águas salinas provocou aumento da salinidade e da sodicidade do solo e o eríodo chuvoso foi eficiente em promover a lavagem do excesso de sais do perfil do solo, orém não apresentou a mesma eficiência em reduzir os riscos de sodicidade. A salinidade daágua de irrigação reduziu a altura da planta e a produtividade de matéria seca, especialmente no genótipo CSF 18, porém, teve pouca influência sobre os teores de elementos potencialmente tóxicos e de nutrientes essenciais nos tecidos vegetais. A salinidade reduziu os teores de proteína bruta no genótipo CSF 20 e provocou decréscimos lineares no rendimento de proteína, nos dois genótipos, e nos teores de carboidrato apenas no genótipo CSF 18. Por outro lado, não se constataram efeitos da salinidade sobre o teor de fibra, em detergente neutro e ácido. Os resultados obtidos, tanto em termos qualitativo como quantitativos, sugerem o uso potencial de sorgo forrageiro mesmo quando irrigado com águas com moderados níveis de salinidade
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Claudivan Feitosa de Lacerda

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Estresse salino irrigação produtividade de forragem

ISBN:

Date of Publication:10/15/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.