Details

Produtividade da roseira sob diferentes níveis de irrigação,volumes de substrato e número de drenos por vaso

by Alves, Alexandre Maia

Abstract (Summary)
O cultivo de rosas (rosa sp). caracteriza-se pela sua elevada rentabilidade, em comparação com cultivos tradicionais, entretanto, o manejo e a pós-colheita exigem do produtor conhecimento técnico aprimorado. Por sua vez, diversas técnicas empregadas no manejo na cultura tem secaracterizado pelo seu empirismo, necessitando-se de estudos. Com o objetivo de apresentar sugestões aos produtores para um manejo hídrico, volume de substrato e número de drenos adequados por vaso, elaborou-se este trabalho por meio de dois experimentos nos quais foramanalisados os efeitos desses fatores sobre a produtividade da roseira, em ambiente protegido. Os experimentos foram conduzidos na Empresa Reijers, no município de São Benedito-CE. No primeiro, com delineamento experimental em blocos ao acaso, utilizaram-se cinco tratamentos (níveis de irrigação correspondentes a 60%, 80%, 100%, 120% e 140% da evaporação medida no tanque classe ?A?, ECA) e com quatro repetições. Como conclusões obtiveram-se: a utilização dotanque Classe ?A? no manejo de irrigação de rosas é viável para o produtor, pois possibilita a obtenção de elevadas produtividades; a aplicação de lâminas elevadas pelos produtores reduz o número de hastes de 50, 60cm e total por vaso. No segundo, com delineamento experimentalfatorial 3 x 2, analisou-se os efeitos de três volumes de substrato (3, 4 e 6 litros por planta) e de duas quantidades de drenos por vaso (1 e 8) sobre o número de hastes por vaso da roseira, em ambiente protegido. Obtiveram-se as seguintes conclusões: os menores volumes de substrato porplanta proporcionam um maior número de hastes por vaso, mas com predomínio de hastes de menor valor comercial. Já a utilização de maiores volumes de substrato por planta pelo produtor resulta em um menor número de hastes por vaso, mas em um maior número de hastes de maior valor comercial. A utilização pelo produtor de vasos com um maior número de drenos reduz o número total de hastes por vaso. Para uma maior produção de hastes em vasos de 12 L, o produtorde roseira deve plantar três plantas (4 litros de substrato por planta) em vasos com um dreno.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Raquel Aparecida Furlan; Valdemício Ferreira de Sousa; Thales Vinícius de Araújo Viana

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:rosas sp, tanque Classe ?A?, adensamento, ambiente protegido

ISBN:

Date of Publication:06/26/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.