Details

Pesquisa de anticorpos homólogos anti-Borreliaburgdorferi em búfalos (Bubalus bubalis) do estado do Pará.

by Nascimento Corrêa, Fabíola do

Abstract (Summary)
A criação de búfalos tem expandido no Brasil deixando de ser um simples elemento deocupação de terras pouco férteis para tornar-se sinônimo de produção pecuária rentável. Noentanto, os pecuaristas e profissionais de saúde carecem de informações consistentes sobresanidade desses animais. A borreliose é uma enfermidade sistêmica, infecciosa e cosmopolita,causada por microrganismos do gênero Borrelia, que acometem diversas espécies de animaisdomésticos e silvestres, além do homem. A espécie de Borrelia mais comumente reportadaem ruminantes é B. theileri. Estes animais também podem ser infectados por B. burgdorferisensu lato, agente da borreliose de Lyme e B. coriaceae que causa o aborto epizoótico bovino.No entanto, não há estudos soroepidemiológicos sobre borreliose em bubalinos. Com oobjetivo de conhecer a freqüência de anticorpos homólogos anti-B. burgdorferi de búfalosprovenientes dos municípios Castanhal, Santa Isabel, Nova Timboteua e Santarém Novo, naparte continental do estado do Pará e Cachoeira do Arari na Ilha de Marajó foram coletadossoros de 491 búfalos, os quais foram analisados por meio do teste ELISA indireto. A análisesorológica das amostras revelou que 412 soros (83,91%) foram positivos, não ocorrendodiferença estatística significativa entre os amimais positivos provenientes da Ilha de Marajó81,69% (232/284) e da porção continental do estado 86,96% (180/207). Quanto àfreqüência de soropositivos por município estudado, a análise de correspondência, indicou aformação de três grupos distintos, o primeiro formado pelos municípios de Cachoeira do Ararie Castanhal, o segundo formado pelos municípios de Nova Timboteua e Santarém Novo e oterceiro formado apenas pelo município de Santa Isabel. Este último apresentouestatisticamente menor freqüência de anticorpos em relação aos outros quatro municípios. Noentanto, foi observado que búfalos dos cinco municípios estudados possuem alta freqüênciade anticorpos homólogos contra espiroquetas B. burgdorferi. A alta freqüência de animaissoropositivos encontrada pode ser explicada pela presença do carrapato Boophilus microplus epela existência de relato sobre Borrelia sp. infectando búfalo na região estudada. Estes fatossugerem reação cruzada entre a cepa americana g39/40 de B. burgdorferi utilizada comosubstrato antigênico e a espécie de Borrelia que infecta os búfalos no estado do Pará. Apesarda baixa especificidade do ELISA indireto usado neste estudo, este teste constitui-se em umbom exame para triagem e monitoramento de indivíduos infectados por microrganismos dogênero Borrelia.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Adivaldo Henrique da Fonseca

School:

School Location:

Source Type:Master's Thesis

Keywords:búfalo

ISBN:

Date of Publication:02/27/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.