Details

Perfil de Utilização e Monitorização de Reações Adversas a Fitoterápicos do Programa Farmácia Viva em uma Unidade Básica de Saúde de Fortaleza

by da Silveira, Patrícia Fernandes

Abstract (Summary)
Através de um acompanhamento contínuo de pacientes ambulatoriais em uma Unidade de Saúde da Família (UBASF) em Fortaleza/Ce, o presente trabalho além de descrever o perfil de utilização a medicamentos, relata prováveis reações adversas a fitoterápicos do programa Farmácia Viva, largamente utilizados como alternativa terapêutica na rede pública de saúde, já que aos mesmos normalmente não são atribuídos reações adversas além da existência de poucos trabalhos científicos publicados. Conhecer o perfil de utilização a medicamentos e de reações adversas a fitoterápicos pertencente ao Programa Farmácias Vivas da Prefeitura de Fortaleza e assim contribuir para seu uso seguro e eficaz. Participaram do estudo pessoas que moravam em Fortaleza e foram atendidos na UBASF e que receberam prescrição médica/enfermagem para a utilização de tais fitoterápicos no período de 01 de abril e 31 de julho de 2004, que concordaram em participar. O acompanhamento dos pacientes/usuários foi realizado através de ligações telefônicas e/ou retorno do responsável/paciente à farmácia do posto de saúde e/ou visitas domiciliares. Foram realizados 112 monitorizações, 70,50% foram do sexo feminino e 29,50% do sexo masculino, com média de idade de 27,66 anos. Dos 299 medicamentos prescritos 58,53 % foram alopáticos e 41,47 % fitoterápicos; a média de medicamentos por prescrição foi de 1,11 e a média de fitoterápicos foi de 1,56. Dos pacientes 89,30% utilizaram apenas 1 (um) medicamento do Programa Farmácia Viva e 25% utilizaram o fitoterápico como única opção de tratamento. Foram observados 11 notificações de Suspeita de Reação Adversa a Medicamentos, com o envolvimento de 7 medicamentos (3 fitoterápicos do Programa Farmácias Vivas e 4 alopáticos). Dos 10 pacientes que apresentaram RAM, 2 eram masculino e 8 feminino, e 2 eram crianças. Sistema Digestivo (N=4) seguido do Sistema Respiratório (N=3) e do Sistema Cardiovascular (N=2) foram os grupos terapêuticos mais atingidos. Quanto à classificação: 1 RAM foi definida, 4 prováveis e 3 possíveis; leve em 5 casos, moderada em 3 e nenhuma foi considerada Grave. Foram registrados 7 casos de queixa-técnica. O número de reações adversas notificadas foi significativo comparado com outros estudos. É necessário a realização de estudos de eficácia e toxicidade dos fitoterápicos assim como a divulgação do sistema de farmacovigilância dos mesmos entre profissionais da saúde a fim de que se tenha uma utilização mais segura e racional dos mesmos.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Telma Leda Gomes de Lemos; Marta Maria de França Fonteles; Mary Anne Medeiros Bandeira

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Farmacovigilância Reações Adversas Fitoterápicos Uso de Medicamentos Monitoramento Sistemas Notificação a

ISBN:

Date of Publication:05/07/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.