Details

Perfil de produção de anticorpos após vacinação para hepatite B em doadores sanguíneos positivos para antiHBc e negativos para HBsAg e anti-HBs

by de Ribeiro, Paula Machado

Abstract (Summary)
O anticorpo contra o antígeno do centro (ou do core), o anti-HBc, do vírus da hepatite B (VHB) é considerado o mais sensível e duradouro marcador sérico da infecção pelo VHB.Algumas vezes o anti-HBc é encontrado na ausência de outros marcadores como por exemplo o anti-HBs ou o HBsAg. O significado clínico do encontro isolado do anti-HBc permanece incerto. Existem algumas explicações para este achado: primeiro, o encontro do anti-HBc pode ser um resultado apenas falso-positivo. Segundo, o indivíduo pode ter ficado imune após contato com o VHB, porém não possui anti-HBs detectável. Terceiro, estes indivíduos com anti-HBc isolado podem ser portadores crônicos do VHB com ausência ou não detecção de HBsAg. Além do que o encontro isolado do anti-HBc pode ser pelo fato do indivíduo se encontrar na fase de ?janela imunológica? quando o HBsAg desapareceu mas o anti-HBs ainda não está detectável. Uma última hipótese menos provável é que a presença do anti-HBc possa ter sido devida a uma passagem passiva deste anticorpo. Exceto a situação de ?janela imunológica? todas as outras explicações hipotéticas teriam teoricamente esclarecimento com o uso de técnicas de biologia molecular. Porém, como é cara e laboriosa não é utilizada de rotina. Haja vista a importância tanto do ponto de vista do indivíduo como para os serviços de saúde de elucidar se o anti-HBc isolado é falso-positividade do teste ou contato prévio com o VHB alguns serviços de saúde têm utilizado a vacinação contra o VHB nestes indivíduos para distinguir entre estas duas situações. O objetivo deste estudo foi avaliar a resposta contra vacina recombinante para VHB em doadores sanguíneos portadores de anti-HBc e negativos para HBsAg e anti-HBs. O modelo do estudo foi do tipo quasi-experimental sem grupo controle, não randomizado. Vinte e quatro doadores entre 22 e 76 anos receberam três doses de 20 mcg de Engerix®-B nos meses 0, 1 e 6. Amostras sanguíneas foram coletadas 30 dias após primeira e terceira dose de vacina e testadas para anti-HBs pela técnica imunoenzimática por fluorescência. Os resultados mostraram que após a primeira e terceira dose de vacina a taxa de soroproteção (anti-HBs gt;10 miliUI/ml) foi de 61,9% e 87,5%, respectivamente. A taxa de resposta tipo anamnéstica com produção rápida de anticorpos foi de 38% e tipo primária ou lenta foi de 47,6%. A taxa de não respondedores ao final do esquema vacinal foi de 12,5%. Doadores estes potencialmente suspeitos de serem portadores inativos de VHB e que foram submetidos à pesquisa de DNA do VHB pela PCR sendo todos negativos para este teste. O uso da vacina recombinante contra VHB ajudou a elucidar a situação imunológica da maioria dos indivíduos do presente estudo. Portanto, a estratégia da vacinação parece ser prática e pouco laboriosa para esclarecimento diagnóstico neste grupo de doadores
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Luiz Cláudio de Arraes Alencar

School:Universidade Federal de Pernambuco

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Vacina contra VHB Anti-HBc isolado Hepatite B MEDICINA

ISBN:

Date of Publication:10/27/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.