Details

"Capão Pecado": sem inspiração para cartão postal

by Velloso, Luciana Mendes

Abstract (Summary)
Em 2000, o escritor paulista Ferréz lança seu segundo livro e primeiro romance, "Capão Pecado"'. Prosa cujo enredo destina-se a contar a trajetória de Rael, jovem morador da zona sul paulista, mais especificamente a hiperperiferia Capão Redondo. A obra parece ter objetivos ambiciosos: não só exibir as fraturas sociais, a pobreza, a violência e o descaso público com relação a esse pouco conhecido endereço, como, de uma forma mais subterrânea, mas nem por isso menos contundente, utilizar a literatura e o seu antigo formato, o livro, como uma estratégia de aglutinar discursos capazes de suspenderem os cristalizados juízos estéticos do leitor. Há em "Capão Pecado" uma interferência de vozes, de outras autorias, de imagens fotográficas, que nos fazem suspeitar de uma coletividade enunciativa que não restringe apenas ao livro em questão. Esta pesquisa pretende, assim, investigar em que medida "Capão Pecado", enquadrado por muitos críticos na heterogênea 'geração 90' ou, para outros tantos, na 'Literatura Marginal, apresenta um imbricamento indissociável da literatura com outros meios como a fotografia e, de que maneira, se serve ao discurso coletivo e civilizatório do movimento ativista contemporâneo da periferia. Giorgio Agamben, Roland Barthes, Rosalind Krauss, Maria Rita Kehl, Loc Wacquant e Antônio Rafael Barbosa entre outros , nos auxiliaram, teoricamente, na leitura e reflexão sobe a obra em questão.
This document abstract is also available in French.
Bibliographical Information:

Advisor:Sabrina Sedlmayer Pinto; Graciela Ines Ravetti de Gomez; Silke Kapp; Maurício Salles de Vasconcelos

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:ferrã©z capã£o pecado crã­tica e interpretaã§ã£o teses linguagem literatura filosofia marginal fotografia semiã³tica sociedade

ISBN:

Date of Publication:09/14/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.