Details

Parque Nacional de Jericoacoara: Zoneamento para Gestão e Uso Público

by Cartaxo de, Maíra Gomes

Abstract (Summary)
Jericoacoara é conhecida como uma das praias mais bonitas do mundo, motivo de grande atração turística no litoral nordestino. Em 2002 todo o entorno da Vila de Jericoacoara passa a ser o Parque Nacional de Jericoacoara, unidade de conservação de proteção integral de 8.416ha, permitido apenas o uso indireto. Amorfologia de Jericoacoara é pouco freqüente na costa, trata-se de um promontório sustentada pelo afloramento rochoso do substrato cristalino do pré-cambriano chamado popularmente de serrote. Mas o que chama mais atenção são as dunas barcanas de grande porte que se deslocam em direção L ? O para a realização do by-pass, ou seja, o transporte de sedimentos, através do promontório. O presente estudo constata como principal impacto ambiental negativo local as vias desordenadas por onde atravessam os veículos tracionados. São três os trajetos de acesso à Vila; pela praia leste, a Trilha do Preá; pela parte sul, a Trilha da Lagoa Grande; e pelo oeste, a Trilha do Mangue Seco. O transito indiscriminado de veículos, sem um eixo determinado, causa diversos danos ambientais principalmente os ligados ao processo de fragmentação das lagoas interdunares, interferindo no habitat da fauna local e alterando a vegetação fixadora, incrementando o processo e o volume de areia no transporte eólico (principal agente morfológico), entre outros descrito na pesquisa. Com a realização do diagnóstico ambiental integrado, foi elaborada uma base de dados que deverá ser utilizada no processo de elaboração do plano de manejo. O diagnóstico foi utilizado para fundamentar: ações de ordenamento do turismo e das trilhas de visitação, limitações e vulnerabilidades das unidades geoambientais, proposta para área de amortecimento e para recuperação e manejo dos setores atingidos pelo tráfego desordenado e aleatório de veículos. Foram definidas trilhas-eixo bem delimitadas com pontos no GPS e plotadas em imagem satélite; e também com setores intermediários para a época de maior precipitação. Dessa maneira, podem ser reduzidas drasticamente as áreas impactadas, auxiliando assim, na gestão do Parque Nacional de Jericoacoara. A identificação das unidades geambientais foi a base para compreender os processos, para realização do diagnóstico, que subsidiou a definição e divisão das zonas para gerência e uso público da unidade. As zonas definidas são: a zona intangível com 1.751,4ha representando 20,7% da área total do parque; a zona primitiva com 4.439,4ha representando a maior parte do parque com 52,1%; a zona de uso extensivo com 1.444ha e 17% d a área total; a zona de recuperação com 920,6ha e 19% da área do parque, e a zona de uso especial representada pelas trilhas-eixo de acesso ao parque. São caracterizadas em cada zona suas normas específicas e suas unidades ambientais presentes.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Antônio Jeovah de Andrade Meireles

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Unidades de Conservação Gestão Ambiental

ISBN:

Date of Publication:07/30/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.