Details

OS PRINCÍPIOS DA EDUCAÇÃO AMBIENTALCOMO ELEMENTOS REFERENCIAIS PARA OPROCESSO DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL

by Bigliardi, Rossane Vinhas

Abstract (Summary)
Este estudo ocupa-se do Processo de Avaliação Educacional, analisando asproximidades e distanciamentos em relação aos princípios da Educação Ambiental,havendo, ao longo desta dissertação, uma argumentação favorável à aproximação doprocesso avaliativo educacional aos princípios postos pela Educação Ambientalcrítica, transformadora. Aclarar o sentido que vem assumindo a avaliaçãoeducacional, no processo escolar, constitui caminho fértil para análise e possívelreencaminhamento do próprio projeto pedagógico vivenciado pela instituiçãoeducativa; partindo da concepção de que o processo de avaliação sustenta-se naconcepção que se tem de Educação na sociedade em que está inserido.A pesquisaestá vinculada à linha de pesquisa Educação Ambiental: Currículo e Formação deProfessores. A partir da implementação de uma análise indiciária das experiênciasem formação ou atuação profissional da autora, o estudo desenvolveu uma discussãofundamentada em estudiosos das temáticas concernentes à pesquisa. O estudo foifeito ancorado na abordagem sócio-histórica, adotando como fonte de inspiração ométodo indiciário (GINZBURG, 1989) e a análise microgenética (GÓES, 2000). Aanálise dos indícios vivenciais, bem como sua problematização, sustentada a partirdos posicionamentos adotados pelos pesquisadores das áreas de estudo envolvidas natemática em questão, possibilitou a identificação de alguns princípios que,efetivamente parecem ter definido as decisões (e ações) político-pedagógicasconcretizadas nas práticas pedagógicas vivenciadas. Este estudo detecta aimportância de refletir acerca dos procedimentos avaliativos adotados em nossasvivências educacionais e que exercem influência em nossas opções didáticopedagógicas.Aparece como condicionante a proposição de um processo de avaliaçãoeducacional que demonstre coerência com os princípios da Educação Ambientalcrítica e transformadora; entre eles destaco a dialogicidade, a participação qualificadae responsável, efetivada por meio de mediações pedagógicas que as estimulem e sedemonstrem coerentes com a concepção do papel da Educação como transformadorada sociedade, visando a redução das desigualdades e garantia de condições dignas devida para as gerações presentes e futuras. Além disso, conclui-se que, para que oEducador, no Processo de Avaliação Educacional que implementa, possa se colocarcomo instrumento mobilizador da mudança paradigmática da organização e dasrelações sociais, precisará, necessariamente, ter clareza de em que acredita e para oque vai trabalhar, pois, não será, irrefletidamente, que poderá contribuir para aamenização da situação precária em que se encontra a maioria da população, naatualidade. Também, a pesquisa conduziu à compreensão de que a mudança nasrelações sociais é possível, pelo fato de não estar condicionada à mudançaparadigmática de organização social para implementar a adoção de posturascoerentes com a construção de uma sociedade mais justa, eqüânime responsável,sustentável e solidária. E que, estas modificações de posturas de cada um de nós, emnossas decisões educativas, ligadas à avaliação educacional, ou mesmo nas relaçõescotidianas de forma geral, exercerão influência favorável à modificação do modelode sociedade majoritário na atualidade.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Susana Inês Molon; Gomercindo Ghiggi; Humberto Calloni

School:Fundação Universidade Federal do Rio Grande

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Educação ambiental avaliação educacional transformação social abordagem microgenética EDUCACAO

ISBN:

Date of Publication:03/29/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.