Details

O TRABALHO EM UMA BANDA DE BLUES: uma abordagem psicodinâmica

by Ferreira de, Daniela Tavares

Abstract (Summary)
O presente trabalho apresenta dados de uma pesquisa que abordou as vivências de prazere de sofrimento de cinco componentes de uma banda de blues com renome no mercadofonográfico da região Centro-Oeste do Brasil. A abordagem psicodinâmica do trabalhoem uma banda de blues foi o tema da presente pesquisa, o qual objetivou investigar aorganização e condições de trabalho, as vivências de prazer e sofrimento, as estratégiasde enfrentamento, a identidade profissional e os sentidos do trabalho. Trata-se de umestudo de caso de caráter descritivo e exploratório, cujos instrumentos de pesquisa foramentrevistas semi-estruturadas e observação de ensaios e shows da banda. O delineamentodeste estudo privilegiou os preceitos dejourianos como perspectiva da psicodinâmica dotrabalho. Os dados coletados foram analisados por meio da análise gráfica do discurso deLane (1985). As análises dos dados indicam condições precárias de trabalho às quais osmúsicos estão submetidos. Como resultados, emergiram categorias relacionadas à suapercepção relativas às condições, relações de trabalho e organização do trabalho,vivências de prazer e sofrimento no trabalho e as estratégias de enfrentamento. Comoindicadores de prazer e sofrimento, foram abordados o sentido do trabalho de criaçãovinculado à arte e o trabalho como construtor de identidade. Em relação à organização eàs condições de trabalho, observa-se que a divisão e execução de tarefas são realizadasinformalmente e em condições que afetam a saúde dos músicos. No que se refere àsrelações de trabalho na banda, os dados indicam que a convivência entre eles parece serharmoniosa. Dentre os fatores que geram vivências de prazer, destaca-se odesenvolvimento pessoal e melhor retorno financeiro; e dos que geram vivências desofrimento, o preconceito social que enfrentam por serem artistas e trabalharem à noite,além a dupla jornada de trabalho e o fato de morar em Goiás, região com preferênciamusical predominantemente sertaneja para a maioria da população. Os participantesrelataram que utilizam estratégias de enfrentamento como atitudes agressivas, gritos, eoutras, como a prática da leitura. No tocante à identidade profissional, como criação,eles atribuem a liberdade criativa como sentido do trabalho. Os resultados obtidos nestainvestigação sugerem que as condições de trabalho dos músicos são precárias einformais, e a dupla jornada de trabalho expõe o trabalhador a vários tipos de risco àsaúde. São ainda vítimas de preconceitos, humilhação, estigmas negativos e excluídos dealguns ambientes sociais. Contrapondo-se a essas características de prazer e desofrimento, o trabalho a banda pode-se configurar em uma possibilidade para a busca deidentidade, autonomia, reconhecimento e de renda financeira adicional, além da merasobrevivência.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Kátia Maheirie; ANITA CRISTINA AZEVEDO RESENDE; KÁTIA BARBOSA MACÊDO

School:Universidade Católica de Goiás

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:psicodinâmica do trabalho música blues e

ISBN:

Date of Publication:04/04/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.