Details

"O texto de crianças e adolescentes com depressão maior unipolar"

by Pantano, Telma

Abstract (Summary)
O objetivo deste estudo foi verificar a elaboração e a recontagem de histórias de crianças com o diagnóstico de depressão maior unipolar (DSM-IV, 1997), bem como a influência da terapia medicamentosa com fluoxetina em um estudo duplo-cego longitudinal controlado com placebo. Fizeram parte do estudo trinta sujeitos com idades entre 10 e 14 anos e diagnosticados com depressão, randomizados para o uso de fluoxetina ou placebo. Ambos os grupos foram avaliados quanto à elaboração livre de textos orais e escritos e à recontagem de textos (fábulas de Êsopo ou La Fontaine) na etapa 0 (sem o uso de medicação) e na etapa 3 (três meses após a introdução de medicação ou placebo). Os textos foram analisados de acordo com o modelo de Kintsch e Van Dijk (1978), baseado no número de macro e microestruturas produzidas e/ou recordadas e nos componentes relativos à superestrutura textual. A este modelo foi acrescida a análise do conteúdo proposicional (positivo, negativo ou neutro), com o intuito de observar o fenômeno da ?memória condizente com o humor?. Não foram observadas diferenças significativas com relação a esses critérios entre os grupos ou períodos analisados, nem quanto à produção e/ou recontagem de textos orais ou escritos, mesmo com a melhora da sintomatologia clínica observada por meio da escala CDRS (Poznanski & Mokros, 1996).
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Claudia Ines Scheuer; Ana Luíza Pereira Gomes Pinto Navas; Maria Alice de Mattos Pimenta Parente; Jacy Perissinoto; Claudia Ines Scheuer; Haydée Fiszbein Wertzner

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: ADOLESCENTE CRIANÇA ESTUDOS LONGITUDINAIS FLUOXETINA/uso terapêutico MÉTODO DUPLO-CEGO PROCESSAMENTO DE TEXTO/métodos TRANSTORNO DEPRESSIVO

ISBN:

Date of Publication:03/11/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.