Details

O percurso de gramaticalização de quot;é quequot;: um estudo pancrônico

by Figueiredo Gomes, João Bosco

Abstract (Summary)
É notório o uso crescente, tanto no português brasileiro quanto no português europeu, da expressão é que dita ?expletiva?. Mas há divergências, entre os lingüistas, em relação à origem, natureza e função dessa expressão. Este trabalho consiste num relato de uma investigação empírica do caráter multifuncional do é que, desenvolvida com o objetivo de descrever e explicar os diferentes usos, bem como suas origens, os processo(s)/mecanismos e propriedades formais e funcionais que caracterizam a emergência dessa expressão como relativos a um processo de gramaticalização. No paradigma funcionalista em que se abriga o estudo da gramaticalização, esta pesquisa analisa, pancronicamente, dados amostrais do Corpus Mínimo de Textos Escritos da Língua Portuguesa ? COMTELPO, que reúne textos portugueses do Século XII ao Século XVIII e textos das 1ª e 2ª metades do Século XIX e XX do português do Brasil e do português europeu, classificados segundo o gênero e o período da história do português. Utiliza o programa SPSS para o cálculo de freqüência e correlação dos indícios. Os resultados empíricos parecem comprovar a hipótese de que, por meio de um processo de gramaticalização, o é que segue a trajetória espaço gt; texto, partindo de significados mais concretos para outros mais abstratos no texto, resultante da reanálise do uso original trecentista de é o que em é que. Quanto à emergência da expressão, registrou-se, nos dados da amostra relativa ao Século XVI, a primeira ocorrência do é que em posição inicial.Na posição medial, a expressão é que ocorre a partir do Século XVII, em frases declarativas e exclamativas, e somente na 1ª metade do Século XIX, em frases interrogativas. Estabelecido esse percurso, a análise dos dados referentes às sincronias dos Séculos XIX e XX revela que a expressão é que acumula as funções de marcador de ênfase e de marcador epistêmico de asseveração, e realiza-se por meio dos tipos denominados, neste trabalho, como: marcador enfático-explicativo, marcador enfático-contrastivo e marcador enfático-interrogativo.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Márcia Teixeira Nogueira; Márluce Coan; Maria Helena de Moura Neves; Josenir Alcântara de Oliveira; Maria Angélica Furtado da Cunha

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Ênfase É que Gramática comparada e geral - Gramaticalização (lingüística)

ISBN:

Date of Publication:04/16/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.