Details

O impacto do simples na geração de emprego no período 1995-2005: uma análise do setor de confecções e artefatos de tecidos

by de Souza, Walkiria Guedes

Abstract (Summary)
O presente trabalho analisa os efeitos do Simples na geração de empregos e o número de estabelecimentos na Indústria de Confecções Brasileira no período de 1995 a 2005 e sub-períodos 1995-2000 e 2000-2005. Utiliza-se a base da RAISfornecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). As variáveis salário médio e número de vínculos empregatícios juntamente com dummies foram especificadas para incorporação em um modelo econométrico a fim de estimar os impactos espaciais e temporais. Como instrumentos de análise foram adotadas a Estatística Descritiva e um modelo econométrico combinando dados cross-section com dadostemporais (pooling). Observou-se que as regiões Sul e Sudeste concentram o maior número de estabelecimentos e de pessoal ocupado. Os resultados indicam que houve aumento significativo no número de vínculos empregatícios nas Micro e Pequenas Empresas (MPE?s) da Indústria de Confecções após a introdução do Simples. Os impactos espaciais foram no geral positivos como esperado e estatisticamente significantes para as regiões Sul e Sudeste. Em termos temporais os impactos foram no geral positivos e significantes, sendo expressivos no subperíodo 2000-2005, indicando uma crescente adesão ao Simples pelas MPE?s com opassar do tempo. Finalmente, é possível concluir que apesar das possíveis limitações do modelo e respectivas variáveis utilizadas nesta análise, o Simples contribuiu para o crescimento do número de estabelecimento e vínculosempregatícios no Brasil no período de 1995-2005.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Roberto Tatiwa Ferreira; Francisco de Assis Soares; Manoel Bosco de Almeida

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:economia

ISBN:

Date of Publication:04/11/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.