Details

"O impacto da queimadura e a experiência do familiar frente ao processo de hospitalização"

by de Carvalho, Fernanda Loureiro

Abstract (Summary)
Este estudo teve como objetivos compreender o impacto do trauma resultante da queimadura e do processo de hospitalização sobre a dinâmica familiar e identificar a percepção dos familiares de pacientes adultos ou crianças sobre a participação durante a internação de um de seus membros em uma Unidade de Queimados. O Modelo Calgary de Avaliação da Família foi utilizado como referencial teórico-metodológico na condução desta pesquisa. Os dados foram coletados e analisados utilizando-se a estratégia de estudo de caso. Para a coleta dos dados foram utilizadas as técnicas de entrevista semi-estruturada e observação direta. Participaram do estudo vinte e um familiares adultos (maiores de 18 anos, independente do gênero) que permaneceram na Unidade de Queimados do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto visitando ou acompanhando o membro da família que sofreu queimadura, durante as duas últimas fases de recuperação psicológica (subaguda e crônica) do paciente, no período de maio a novembro de 2005. Esses familiares foram submetidos à entrevista semi-estruturada de acordo com um roteiro de coleta e registro de dados, elaborado considerando-se a abordagem sistêmica e as categorias para avaliação da família apresentadas no Modelo Calgary de Avaliação da Família. Também foram elaborados o genograma e ecomapa de cada família, os quais possibilitaram compreender a estrutura da família e representar suas relações com sistemas maiores, mostrando os recursos que essas famílias dispõem. A análise dos dados foi conduzida considerando-se três fases inter-relacionadas, a saber: redução dos dados, apresentação (codificação e categorização), delineamento das conclusões e verificação. Nos resultados foram identificados dois temas: alterações na dinâmica familiar pelo impacto do trauma pela queimadura e frente ao processo da hospitalização, e participação dos visitantes e acompanhantes no cuidado na Unidade de Queimados. A partir do trauma pela queimadura e da hospitalização, os familiares vivenciam um período de crise com reflexo sobre seu estado físico e emocional, sobre seus relacionamentos ou intensificação de conflitos pré-existentes e na rotina, em relação à vida diária, à administração dos recursos financeiros e ao trabalho. Os familiares sentem necessidade de acolhimento no período em que permanecem visitando/acompanhando o paciente na Unidade de forma a se fortalecerem para enfrentar a situação e participar do cuidado. A disponibilidade para estar com o paciente no hospital conversando, oferecendo carinho, participando do cuidado constitui recurso de apoio no que tange ao oferecimento de segurança, estímulo para a continuidade do tratamento e diminuição do sofrimento físico e psicológico da pessoa que sofreu queimadura.
This document abstract is also available in Spanish.
Bibliographical Information:

Advisor:Lidia Aparecida Rossi; Teresinha Pavanello Godoy Costa; Lucila Castanheira Nascimento; Lidia Aparecida Rossi

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: hospitalização queimadura

ISBN:

Date of Publication:07/13/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.