Details

O ensino de língua inglesa e as novas tecnologias: a relação entre o dizer e o fazer do professor

by Arantes, Kássia Gonçalves

Abstract (Summary)
Os estudos sobre crenças de professores têm trazido grandes contribuições para a LingüísticaAplicada, notadamente no que diz respeito à influência destas na prática do professor.Considerando a nossa concepção do termo, segundo a qual as crenças podem ser depreendidastanto das palavras como das ações do professor, este trabalho tem por objetivo investigar arelação entre o dizer e o fazer do professor, no que tange à influência das novas tecnologiasno ensino e aprendizagem de língua inglesa, bem como identificar os fatores que se articulampara o estabelecimento dessa relação. Para tanto, fazemos o confronto entre as crençasmanifestadas no dizer do professor e as crenças depreendidas de seu fazer. O cenário deinvestigação é um instituto de idiomas, e participam da pesquisa as coordenadoraspedagógicas e quatro professores da referida instituição. Para a nossa coleta de dados,valemo-nos de questionários, entrevistas, observação de aulas registradas por meio de notasde campo e análise do material institucional pedagógico. Inserida numa perspectivapredominantemente qualitativa de cunho interpretativista, a pesquisa adota uma abordagemcontextual de investigação de crenças de professores. O trabalho é fundamentadoteoricamente em estudos que abordam as crenças de professores, os processos de ensino eaprendizagem de língua estrangeira, o papel das novas tecnologias nesses processos e arelação entre o professor reflexivo e a utilização das novas tecnologias. Os principaisresultados encontrados apontam para uma relação de dissonância entre o dizer e o fazer detrês professores e para uma relação de consonância, no caso de um professor. Os fatoresarticuladores dessa relação predominantemente dissonante enquadram-se em quatro classes, asaber: fatores contextuais, experienciais, cognitivos e afetivos. Os primeiros, de influênciapreponderante em relação aos demais, englobam as crenças institucionais, acesso ao recurso,tempo, pressão social, colegas de trabalho, e o método de ensino adotado pela instituição.Com relação aos fatores experienciais e cognitivos, depreendeu-se apenas um de cada, quesão, respectivamente: tempo de experiência docente e formação acadêmica do professor.Finalmente, os fatores afetivos identificados consistem do medo do ?novo? e do fascínio pelo?novo?.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Dilma Maria de Mello; Ana Maria Ferreira Barcelos; Waldenor Barros Moraes Filho

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Ensino e aprendizagem de língua inglesa Crenças professores Novas tecnologias Língua ? Estudo ensino - Inovações tecnológicas

ISBN:

Date of Publication:01/24/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.