Details

A MORTALIDADE POR ACIDENTES DE TRÂNSITO EM GOIÂNIA, 1996 - 2002

by DE CARVALHO, GÉLCIO SISTEROLI

Abstract (Summary)
A morbi-mortalidade patrocinada pelos acidentes de trânsito está relacionada com oprocesso de urbanização das ?polis? e com a história natural da doença sustentada na teoriamultifatorial com coorte de prognóstico reservado e, pela gravidade dos eventos,determinante para o surgimento de variáveis médico-sanitárias, familiares, sociais eeconômicas. Goiânia, no período de 1996 a 2002, experimentou um crescimento damortalidade pelos acidentes de trânsito da ordem de 36,18%. O índice de mortalidadeproporcional no Capítulo das Causas Externas apresentou uma mediana de 38,8% e, porsexo, índices de 84,65% no masculino contra 15,35%, no feminino. Os atropelamentos,eventos envolvendo ciclistas, motociclistas e carros apresentaram aumentos no período de,respectivamente, 168,29%, 840%, 1.050% e 450%. Este estudo demonstrou que, de todosos óbitos ocorridos em Goiânia por acidentes de trânsito, aproximadamente, 40%envolveram adolescentes e adultos até 29 anos. Com relação às informações geradasatravés do Sistema de Informações sobre Mortalidade, a partir das Declarações de Óbitosemitidas pelo Instituto Médico Legal de Goiânia, apresentam deficiências na qualidade dopreenchimento do instrumento de notificação. Na avaliação de 527 óbitos por acidentes detrânsito, no ano de 2002: 97,53% ignoraram o grau de instrução da vítima; 62,04% nãomencionaram a presença de assistência médica; 35,83% classificaram os eventos como?outros acidentes de transporte terrestre?, sem a caracterização da vítima e do veículo;96,39% não foram relacionados ao trabalho da vítima; e nenhuma declaração localizou ologradouro do acidente. A tentativa de georreferenciar em um mapa, utilizando um Sistemade Informação Geográfico, foi comprometida em função da impossibilidade de estabelecer,com dados significativos estatisticamente, o resgate de informações utilizando as bases dedados do Instituto de Criminalística (16,51%) e do Sistema Integrado de Atendimento aoTrauma e Emergências do Estado de Goiás (20,68%). Por se tratar de causas evitáveis ondeo homem assume a condição de vítima e vilão do próprio processo, o controleepidemiológico desta importante causa de óbito será possível com medidasinterdisciplinares, multiprofissionais e intersetoriais, através das leituras envolvendo a éticae a cidadania, consolidando medidas eficazes para desenvolver a Saúde Pública no espaçourbano de Goiânia.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:EDUARDO SIMÕES DE ALBUQUERQUE

School:Universidade Católica de Goiás

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:acidente de trânsito mortalidade Goiânia-GO CIENCIAS DA SAUDE

ISBN:

Date of Publication:04/20/2004

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.