Details

Melhorar para não mudar: ferrovia, intervenções urbanas e seu impacto social em Ouro Preto-MG, 1885-1897

by Mantovani, André Luiz

Abstract (Summary)
Este trabalho pretende analisar alguns dos impactos provocados pela ferrovia, quando passou a fazer parte do espaço urbano de Ouro Preto e da vida das pessoas que residiam ali no final do século XIX. Procura investigar a percepção que grupos da sociedade mineira e ouropretana possuíam desta tecnologia, bem como as suas expectativas em torno de sua instalação. Após a Proclamação da República, em 1889, a intenção de se transferir a capital de Minas Gerais de Ouro Preto para outra região do estado ganhou força. Um dos argumentos que justificariam essa medida era o fato do espaço urbano da cidade não condizer com o modelo dos novos tempos, não havendo meios de melhorá-la. A interligação de Ouro Preto a outras partes do estado e à cidade do Rio de Janeiro, foi uma das alternativas tomadas para se evitar a mudança. Outra estratégia foi a realização de melhoramentos na malha urbana, tendo em vista o ramal ferroviário. Também será observado o surgimento de novas experiências cotidianas proporcionadas pela ferrovia, tais como a facilidade de circulação de pessoas, informações, mercadorias e até mesmo doenças
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Estefânia Knotz Canguçu Fraga

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Ouro Preto tecnologia Preto, MG -- Historia Ferrovias Urbanizacao

ISBN:

Date of Publication:05/30/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.