Details

Maquiavel e Guicciardini: liberdade cívica e discórdias civis

by Paola Marin, Marcelo de

Abstract (Summary)
Com base em um estudo comparativo entre duas das obras de Niccolò Machiavelli e Francesco Guicciardini, a saber, respectivamente, os Discorsi sopra la prima deca di Tito Lívio e as Considerazioni intorno ai Discorsi del Machiavelli, o presente estudo pretende explicitar o modo como as temáticas da liberdade cívica e das discórdias civis aparecerão no interior da filosofia política de cada um dos autores citados. Partindo de exemplos da Roma antiga, Machiavelli procura mostrar situações em que as discórdias civis foram benéficas para o aprimoramento das instituições e para a garantia da liberdade cívica. Guicciardini, por seu turno, recusa a argumentação maquiaveliana, encarando as discórdias civis como elemento intrinsecamente prejudicial à manutenção da unidade do corpo político.Ao longo desse trabalho, para bem situar as posições de ambos os pensadores no trato com a temática que os norteiam, faz-se necessária a compreensão do modo como Guicciardini e Machiavelli concebem a participação política dos cidadãos nas instituições governamentais. Assim, o estudo destes pensadores Renascentistas mostra o quanto o tema das discórdias civis é importante para que se possa refletir acerca do equilíbrio e da dinâmica social das comunidades políticas
This document abstract is also available in Italian.
Bibliographical Information:

Advisor:Antonio Jose Romera Valverde

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Discórdias civis Filosofia política

ISBN:

Date of Publication:05/25/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.