Details

Isolamento e genética de populações de genes associados à resistência a inseticidas em Lutzomyia longipalpis (Lutz amp; Neiva, 1912) (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae), vetor da Leishmaniose Visceral Americana.

by Moura de, Rachel Mazzei

Abstract (Summary)
Flebotomíneos são os insetos vetores das leishmanioses e Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae) o principal transmissor da Leishmania infantum chagasi, agente etiológico da Leishmaniose Visceral Americana (LVA). Devido a sua importância como vetor, diversos estudos foram conduzidos de forma a verificar o real status taxonômico de L. longipalpis. A existência de um complexo de espécies crípticas entrepopulações brasileiras ainda é conflituosa. No presente trabalho, foram isolados fragmentos de três genes associados à resistência a inseticidas, os genes paralytic (para),Acetylcholinesterase (Ace) e Resistant to dielrin (Rdl). Foi escolhida uma região do gene para onde algumas mutações para resistência a piretróides e DDT ocorrem em outras espéciesde insetos, para ser utilizada como marcador para estudar populações brasileiras de L. longipalpis e para investigar a ocorrência de mutações potencialmente associadas à resistênciaa inseticidas neste vetor. Amostras das localidades de Sobral (CE), Pancas (ES), Lapinha (MG), Jacobina (BA), Estrela de Alagoas (AL) e Nísia Floresta, Grande Natal (RN) foramanalisadas. Os resultados obtidos com o gene para, corroboram resultados anteriores mostrando que em Sobral, machos com os fenótipos de uma (1S) e duas (2S) pintasabdominais pertencem a duas espécies crípticas vivendo em simpatria. A ocorrência de diferenças fixas no fragmento estudado entre os dois tipos de machos, torna para ummarcador molecular muito útil para identificar fêmeas dessas duas espécies em estudos futuros. Os dados apresentados também sugerem que Pancas, Sobral 2S e Natal pertencem àmesma espécie, enquanto Sobral 1S, Lapinha, Jacobina e Estrela 1S, provavelmente representariam quatro outras espécies no Brasil. Os resultados obtidos estão de acordo comestudos anteriores utilizando outros marcadores moleculares, experimentos de cruzamentos, feromônio e análise de som de cópula, e sugerem fortemente a existência de um complexo deespécies entre populações brasileiras de L. longipalpis. Esse estudo também representa uma primeira análise do uso de genes de resistência a inseticidas com esse importante vetor daleishmaniose.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Alexandre Afranio Peixoto

School:Faculdades Oswaldo Cruz

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Leishmaniose Visceral Resistência a Inseticidas

ISBN:

Date of Publication:07/14/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.