Details

Investigando a saúde mental de trabalhadores: as relações entre suporte organizacional, satisfação e sentimentos de prazer e sofrimento no trabalho

by Prado, Claudio Gonçalves

Abstract (Summary)
A literatura tem mostrado a importância de estudos relacionados à saúde mental dos trabalhadores, e, recentemente, sobre o bem-estar no trabalho. Assim, esse estudo teve por objetivo testar um modelo que previa a satisfação no trabalho (como indicador de bem-estar no trabalho) como antecedente direto dos sentimentos de prazer e sofrimento enquanto renda, jornada de trabalho e a percepção de suporte organizacional seriam antecedentes indiretos. A amostra foi composta por 224 trabalhadores, vinculados a diversas funções em organizações distintas e que, voluntariamente, participaram do estudo. Para testar o modelo, foram realizadas oito análises de regressão múltipla hierárquica, cujos resultados apontaram o bloco das variáveis referentes às satisfações no trabalho como antecedente direto, enquanto o bloco das variáveis renda, jornada de trabalho e percepção de suporte organizacional se posicionaram como antecedentes indiretos para as quatrovariáveis-critério de prazer e sofrimento no trabalho. Tais resultados confirmaram o modelo previsto. A seguir, foram calculadas regressões múltiplas stepwise para verificar os melhores preditores das variáveis-critério de prazer e sofrimento no trabalho. Os resultados identificaram que: (1) jornada de trabalho foi eliminada de todos os modelos, enquanto a percepção de suporte organizacional permaneceucomo regressor em todas os fatores de satisfação; (2) o fator de prazer realização teve como preditores satisfação com a natureza do trabalho e com o salário, ambos explicados por suporte e renda; (3) o fator de prazer liberdade teve como preditores satisfação com o salário, explicado por suporte e renda, e satisfação com os colegas, com a chefia e com promoção, explicados apenas por suporte; (4) o fatorde sofrimento desvalorização teve como preditores satisfação com a natureza do trabalho e com o salário, ambos explicados por suporte e renda, e com os colegas, explicado por suporte; (5) o fator de sofrimento desgaste teve como preditoressatisfação com a natureza do trabalho e com o salário, ambos explicados por suporte e renda, e com os colegas e chefia, explicados apenas por suporte. Esses resultados foram apresentados, considerando o impacto das variáveissóciodemográficas e psicológicas na explicação dos sentimentos de prazer e sofrimento no trabalho. Na discussão e conclusão, foram feitas sugestões, considerando a importância do tema de pesquisa.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria do Carmo Fernandes Martins; Sinésio Gomide Junior; Mirlene Maria Matias Siqueira

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Prazer e sofrimento no trabalho Bem-estar Satisfação Percepção de suporte organizacional Trabalho - Aspectos psicológicos Psicologia industrial

ISBN:

Date of Publication:06/03/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.