Details

Heliconia psittacorum L.: Propagação e adubação na fase inicial do cultivo

by Pinto, Sabrina Aparecida

Abstract (Summary)
Dados atuais mostram que o mercado de flores está em franco crescimento no Brasil e no mundo e se apresenta promissor para os próximos anos. A floricultura tropical é adequada como cultura alternativa ou auxiliar para pequenos produtores. Estudos sobre estas plantas, entretanto, são escassos. A carência de informações é constatada em quase todas as etapas da produção, incluindo material de propagação, adubação e o cultivo em geral. Heliconia psittacorum L., espécie alvo desta pesquisa, apresenta ampla distribuição por todo o território nacional, tem hábito musóide, apresenta rizomas do tipo simpodial e inflorescências eretas com brácteas distribuídas em um único plano. O florescimento, ocorre o ano todo. O presente trabalho teve como objetivos: Estudar aspectos da cultura da Heliconia psittacorum L. desde a seleção e preparo de material propagativo para a obtenção de mudas, até a identificação de dificuldades e particularidades da cultura, na sua fase inicial como: material de propagação, substratos e adubações bem como levantar dados com vistas a elaborar um boletim técnico informativo da cultura, mostrando suas particularidades, mas ressaltando a simplicidade do cultivo. Foram realizados quatro experimentos sendo três deles relacionados ao estudo do material propagativo e um ao estabelecimento de equações para o cálculo de área foliar. Para os trabalhos com material propagativo, foi realizado primeiramente um estudo sobre a classificação de rizomas para comercialização, outro sobre produção de material propagativo sob diferentes adubações orgânicas e minerais e um terceiro sobre misturas de substratos para a obtenção mudas com padrão adequado para ir ao campo definitivo. Os resultados relativos à propagação mostraram que os melhores diâmetros de mudas para o comércio é 10,01 a 12 mm de pseudocaule, classificadas como Grupo C. O uso de material orgânico não compostado é uma estratégia que pode ser utilizada pelo produtor, quando disponível em sua propriedade para a produção de material propagativo, sendo que adubações orgânico/mineral, mostraram-se mais adequadas para a produção de mudas. O melhor desenvolvimento de mudas entre as misturas de substratos utilizados se deu com o uso de bagaço de cana carbonizado e vermiculita (1:1). Como componente mineral em todas as misturas de substrato testadas, a vermiculita apresentou melhores resultados que a areia.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Victor Hugo Alvarez Venegas; José Antônio Saraiva Grossi; José Maria Moreira Dias; Paulo José de Moraes; Affonso Henrique Lima Zuin

School:Universidade Federal de Viçosa

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Floricultura tropical

ISBN:

Date of Publication:08/03/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.