Details

Fatores associados aos níveis séricos de IgE Total em residentes de uma área endêmica para esquistossomose de Minas Gerais

by Matoso, Leonardo Ferreira

Abstract (Summary)
Este estudo teve como objetivo avaliar a relação entre os fatores socioeconômicos, demográficos, de contato com água e reinfeção pelo S. mansoni com os níveis de IgE total, em 340 indivíduos residentes em área endêmica, do município de Ponto dos Volantes, Minas Gerais. Os dados socioeconômicos, demográficos e de contato com água foram coletados utilizando questionários desenvolvidos pelo nosso grupo. Foram coletadas 3 amostras de fezes e examinado pelo método Kato-Katz. Soro também foi coletado dos participantes do estudo para avaliação dos níveis de IgE total pela técnica de ELISA. A prevalência da endemia antes do tratamento foi de 65% (IC95%= 58,72 71,28) e a média geométrica do número de ovos por grama de fezes de 59,27 (IC95%= 54,93 63,61). Um ano após o tratamento a prevalência foi reduzida para 13,8% (IC95%= 6,01 21,5) e média geométrica do número de ovos para 24,33 (IC95%= 17,70 30,96), sendo esta diferença estatisticamente significativa. Antes do tratamento a maior intensidade de infecção ocorreu na faixa etária de 15-29 anos e a maior prevalência foi observada na faixa etária de 30-49 anos. Após tratamento a prevalência, intensidade de infecção e a reinfecção foram maiores na faixa etária de 6-14 anos. Os níveis de IgE total (mg/mL) antes do tratamento foram de 7,8 (IC95%= 6,6 9,6) e após tratamento, de 3,8 (IC 95%= 3,2 4,3) com p<0,01. Os níveis de IgE total (mg/mL) aumentaram com a idade e foram maiores nos indivíduos do sexo masculino. Uma menor mediana dos níveis de IgE total foi observada no grupo de indivíduos com exame de fezes negativo em relação aos grupos reinfectado e não reinfectado e essa diferença foi estatisticamente significativa. Foi utilizado o modelo de regressão linear na análise dos dados individual e familiar para avaliar a correlação entre as variáveis independentes e os níveis de IgE total após o tratamento. A análise multivariada mostrou que a atividade de atravessar o córrego, a idade, o sexo, possuir chuveiro em casa, TBM total e infecção pelo S. mansoni correlacionaram significativamente com os níveis de IgE total (mg/mL) após o tratamento. Esses resultados mostraram que essas variáveis tem importante efeito nos níveis de IgE total após o tratamento e que elevado nível de IgE total após o tratamento pode ser fator preditivo de reinfecção pelo S. mansoni.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Andrea Gazzinelli; Cristiano Lara Massara; Ricardo Toshio Fujiwara

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Esquistossomose DeCS Fatores Socioeconômicos Imunoglobulina E Enfermagem Meia-Idade

ISBN:

Date of Publication:03/25/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.