Details

Avaliação Ex ? Post da Sustentabilidade Hídrica e da Conservação Ambiental de Perímetros Irrigados Implantados ? O Caso do Distrito de Irrigação Jaguaribe ? Apodi ? DIJA

by de Araújo, Ana Bárbara

Abstract (Summary)
O Distrito de Irrigação Jaguaribe ? Apodi (DIJA), no estado do Ceará, foi criado com o objetivo de produzir alimentos e matérias primas, gerar empregos em atividades rurais e urbano-rurais, aumentar e melhorar a distribuição de renda e criar condições para a conquista da cidadania. Este Perímetro foi implantado em 1987, mas os serviços essenciais de administração, operação e manutenção só iniciaram a partir de 1989. O DIJA possui uma área irrigável de 5.393ha. Os sistemas de irrigação adotados são os métodos por microaspersão, gotejamento e pivô central e são plantados cerca de dezesseis tipos de cultura. O objetivo geral deste trabalho foi avaliar a sustentabilidade hidro-ambiental do DIJA. Utilizaram-se instrumentos que pudessem caracterizar a área em estudo, como análises físico ? químicas e bacteriológicas da qualidade das águas brutas e tratadas, a determinação do Indice de Qualidade da água - IQA, análise das imagens de satélite para verificação de mudança temporal do uso e ocupação do solo, determinação das eficiências de aplicação de água na irrigação, cálculos dos coeficientes de uniformidade CUC e CUD para vazão e umidade do solo, análise da matriz de impactos antes e depois da implantação do Perímetro e a análise de risco. A água superficial do DIJA não atendeu a Classe 2 para a maioria das campanhas em todos os pontos estudados, devido apresentar restrições em relação aos parâmetros bacteriológicos e físico ? químicos. Não foi encontrado indício de contaminação das águas superficiais por agrotóxicos. O grupo Água Bruta apresentou valor médio para o IQA de 83,79, considerado bom. Para os pontos analisados de água tratada, porém, houve restrições em relação à qualidade bacteriológica nos três pontos estudados, os quais devem ser monitorados pela concessionária para corrigir os possíveis problemas a fim de atender a padrões de potabilidade. A análise das imagens de satélites, para a análise de uso e ocupação do solo do DIJA, mostrou de 1996 a 2004 houve um aumento de 63,7% de vegetação no DIJA, resultado no aumento de área irrigada. Comparando-se a imagem mais antiga de 1996 com a de 2004, observou-se que tanto de forma visual quanto quantitativamente houve um aumento da irrigação no perímetro irrigado durante esses anos, mostrando assim a expansão da fruticultura irrigada no perímetro. Os resultados da eficiência de aplicação de água na irrigação por microaspersão mostraram que 73% das áreas analisadas foram irrigadas em déficit; para o gotejamento as áreas analisadas foram irrigadas em excesso e para pivô central 50% em déficit e 50% em excesso. Desta forma confirma-se a falta de manejo adequado na maioria das áreas estudadas. Quanto a uniformidade, o risco de CUCq e CUDq ficar abaixo dos padrões foi pequeno; A análise da matriz de impactos para os dias de hoje mostrou que a tendência dos impactos previstos foi de reduzir ou manter os atributos concedidos na época da implantação e notou-se pouca influência das medidas de controle ambiental, quando inseridas no contexto global. Do ponto de vista ambiental, observou-se que no meio Biofísico, principalmente os meios aquáticos e terrestres, foram os mais afetados no início da implantação do Perímetro e continuarão sendo, caso não sejam adotadas medidas de controle.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Vicente de Paulo Pereira Barbosa Vieira

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:ENGENHARIA CIVIL Impactos Ambientais, Irrigação, Análise de Risco.

ISBN:

Date of Publication:11/27/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.