Details

Estudo preliminar da expressão de marcadores moleculares no câncer de estômago ocorridos no Estado do Ceará

by Montenegro, Raquel Carvalho

Abstract (Summary)
Na busca de um melhor entendimento da biologia dos tumores, marcadores moleculares relacionados à proliferação, resistência e apoptose têm sido intensamente pesquisados nos diferentes tipos de câncer. Estes marcadores podem auxiliar no estudo de alvos terapêuticos mais específicos para cada tipo de tumor. O câncer de estômago é a segunda causa de óbito mais observado no mundo. No Brasil, este tumor está entre as cinco localizações primárias mais comuns de óbitos por câncer, sendo os adenocarcinomas responsáveis por 95% dos casos. Dessa forma, foi avaliada a expressão dos marcadores KI-67, PCNA, p53, bcl-2 e c-myc de forma independente e combinada em adenocarcinomas gástricos. Também foi avaliado qual dos marcadores, KI-67 ou PCNA, era mais indicado para acessar a proliferação celular. Além disso, foi implantada a técnica de extração de DNA de tecido tumoral com CTAB e análise molecular pelo SSCP do gene p53, sendo os resultados positivos comparados com os resultados da imunohistoquímica. Os tumores foram coletados em cirurgia, processados e classificados histopatologicamente. Os marcadores foram detectados pelo método de imunohistoquímica SABP. Foi realizada a extração de DNA pelo método do CTAB, sendo os éxons 5, 7 e 8/9 do gene p53 analisados por SSCP. Algumas amostras foram obtidas de arquivo de biopsia. A faixa etária dos pacientes encontrava-se entre 61 e 70 anos de idade, com 48,1% dos tumores do tipo intestinal, 40,7% difusos e 11,2% mistos e com 50% localizados no sítio proximal. Em relação ao estadiamento, 41,4% dos tumores apresentavam-se no grau baixo (I ? IIIA), 44,8% no altorisco (IIIB ? IV) e 13,8% sem estadiamento. De acordo com os achados imunohistoquímicos, os resultados sugerem que o marcador mais indicado para estimar a proliferação celular nos adenocarcinomas gástricos é o KI-67. De forma independente os tumores apresentaram positividade em 89,3% para KI-67, 62,5% para PCNA, 50% para p53, 60,7% para bcl-2 e 66,7% e para c-myc. De acordo com o estadiamento, a diferença foi significativa apenas para p53 (p = 0,02), com positividade de 66,7% nos tumores de baixo risco (I ? IIIA) e 16,7% nos de altorisco. Quando avaliadas de forma combinada, as associações significativas foram entre KI-67+/p53- (p=0,012) nos tumores de alto risco (66,67%) e c-myc+/p53- (p=0,02) também nos tumores de altorisco (63,64%). A técnica aplicada para a extração do DNA do tecido tumoral foi satisfatória. Para o SSCP, cinco pacientes apresentaram mutação para o éxon 5 (3) e éxon 7 (2). Com isso, concluímos que o marcador mais indicado para acessar a proliferação é o KI-67 e que existem duas vias de ativação da proliferação nos adenocarcinomas gástricos: uma dependente de p53 e outra independente de p53.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Manoel Odorico de Moraes Filho; Silvia Helena Barem Rabenhorst; Ronaldo de Albuquerque Ribeiro

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Neoplasias gástricas Epidemiologia Molecular

ISBN:

Date of Publication:07/04/2003

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.