Details

Estudo do quot;standing-cropquot; da água do estuário do rio Cocó(Ceará-Brasil), como indicador das modificações físico-químicas do meio

by Pessoa, Eliano Vieira

Abstract (Summary)
Muitos ecossistemas aquáticos vêm tendo suas características naturais degradadas, principalmente pela ação antrópica e entre estes ecossistemas os estuários, por possuírem uma importância vital na fertilização das águas costeiras vem sendo gradativamente modificados pelos impactos ambientais causados por usos múltiplos e indiscriminados. O presente trabalho teve por objetivo caracterizar a água do estuário do rio Cocó, através de informações sobre a concentração de clorofila ?a? do fitoplâncton na área investigada. Para este estudo foram realizadas amostragens mensais em quatro estações de coleta durante o período de 12 meses (julho de 2001 a junho de 2002). As amostras foram coletadas na superfície, durantea preamar e baixa-mar, de um mesmo dia. Em cada estação foram realizadas medidas in situ da temperatura do ar, da transparência, do pH, da temperatura e da salinidade da água. A determinação de oxigênio dissolvido, nutrientes inorgânicos, estudo qualitativo do plâncton e da concentração de clorofila ?a? foram realizados emlaboratório. Os dados obtidos foram analisados por estação de coleta e condição de maré, sendo submetidos a testes estatísticos de correlação múltipla de Pearson e análise de regressão múltipla entre a concentração de clorofila ?a? e os demais parâmetros físico-químicos, através do software SPSS for Windows, versão 10.1. A comunidade planctônica do rio Cocó caracterizou-se por ser rica quantitativamente e pobre qualitativamente. O grupo predominante foi o das diatomáceas e os dinoflagelados o de menor participação, tanto quantitativa quanto qualitativa com representantes de apenas 01 gênero. A predominância do gênero Melosira caracterizou o trecho em estudo como poluído, principalmente por esgotos domésticos. Os rotíferos e copépodas foram os principais representantes da comunidade zooplanctônica, sendo registrado, com menor freqüência, espécies de ciliados, cladoceras, ostracodas e larvas de decápoda. A biomassa do fitoplâncton (clorofila ?a?) do estuário do rio Cocó no trecho em estudo apresentou um gradiente crescente do trecho a jusante (estações E1 e E2) para o trecho a montante (estações E3 e E4), com valores mínimos de 0,52 mg.cl ?a?.m-3 na preamar da estação de coleta E2 em junho de 2002 e valores máximos de 113,66 mg.cl ?a?.m-3 na baixa-mar da estação de coleta E4 em outubro de 2001. Evidenciou-se com o estudo da correlação o acelerado processo de degradação que se encontra o rio Cocó pelo despejo de esgotos domésticos e industriais direto nas margens desse rio. As análises de regressão entre a clorofila ?a? e os diversos parâmetros analisados apresentaram relações direta e inversamente proporcionais, em cada estação de coleta e nas diferentes condições de maré, evidenciando as intensas variações espaço-temporais das condições ambientais no estuário do rio Cocó.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Wladimir Ronald Lobo Farias; Vera Lucia Mota Klein

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Outros Ecossistema degradação ambiental ecologia aquática biologia marinha

ISBN:

Date of Publication:12/12/2002

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.