Details

Estudo da resposta inflamatoria de camundongos : produção de oxido nitrico e de citocinas no envelhecimento

by Costa, Ellen Heidi

Abstract (Summary)
A produção de óxido nítrico (NO) e das interleucinas pró-inflamatórias, IL-Ia, IL-IO e TNF-a, por células aderentes, residentes e/ou elicitadas, proveníentes de camundongos eutímicos da linhagem BALB/c, no decorrer do seu desenvolvimento pós-natal, foi investigada no presente trabalho As células residentes das cavidades peritoneais de camundongos récem-natos (1-15 dias) foram capazes de liberar quantidades elevadas de NO (59,08 + 3,31 µMol/l x 106 céls), quando estimuladas in vitro com LPS+IFN-y. Ao contrário, células peritoneais residentes obtidas de camundongos com idade superior a 30 dias não liberaram quantidades mensuráveis de NO «5IlMol/1 x 106 céls). As células provenientes de camundongos naive com 72 semanas de idade também foram capazes de liberar quantidades mensuráveis de NO após o estímulo com LPS + IFN-y, entretanto em níveis bem inferiores àqueles observados nos camundongos neonatos (7-14 µMol/1 x 106 céls). As células dos animais das demais faixas etárias só foram responsivas ao estímulo in vitro, liberando em média 29,35 + 2,72 IlMol de NO/1 x 106 céls (adulto jovem de 4 a 24 semanas) e 61,04 + 9,01 IlMol de NO/1 x 106 céls (adulto velho de 32 semanas), quando proveníentes de anímais elicitados in vivo com tioglicolato. A produção de NO também foi elevada em camundongos de 15 dias (63,88 + 5,34 JlMol de NO/1 x 106 céls) elicitados in vivo com tioglicolato. Experimentos realizados para verificar se a ausência de produção de NO pelas células não primadas pelo tioglicolato, obtidas de animais com idade superior a 30 dias, se devia às doses de LPS + IFN-y até então empregadas ou ao tempo de coleta após o estímulo não resultaram em uma mudança significativa do perfil anteriormente obtido. Os animais de todas dose de IFNy doses crescentes do lipopolissacáride produziram um aumento nos níveis do gás as idades empregadas responderam de forma dose-dependente aos estímulos utilizados, sendo que o estímulo que parece ter uma influência maior na produção de NO nas idades estudadas é o LPS, tanto nos camundongos previamente elicitados como nos naive, pois para uma mesma liberado. A sintase de óxido nítrico induzível (iNOS) pode ser detectada por Westem blot em lisados obtidos de células residentes e elicitadas de camundongos com até 8 semanas de idade. Nos animais mais velhos testados (32 e 72 semanas de idade) só foi possível a detecção da iNOS em lisados obtidos de células elicitadas pelo tioglicolato. No que se refere a produção de IL-la, foi possível verificar que as células aderentes obtidas de animais jovens e velhos, previamente estimulados com tioglicolato, foram igualmente responsivas ao estímulo empregado in vitro (LPS). Em células residentes, no entanto, observou-se que os níveis dessa citocina foram mais baixos em animais jovens, elevando-se nos animais velhos (72 semanas de idade). Por outro lado, a liberação de TNF -a não pode ser observada em sobrenadantes de quando as células aderentes foram obtidas de cavidades peritoneais previamente estimuladas cultura de células aderentes obtidas de cavidades peritoneais de animais naive de qualquer idade testada. A liberação de TNF -a só pode ser detectada em sobrenadantes de cultura com tioglicolato. Neste caso, os níveis de TNF-a foram baixos (433,8 e 143,10 pglml) em animais neonatos (1 e 2 semanas de idade, repectivamente) e se mostrou de 10 a 15 vezes mais elevada em animais com idade igualou superior a 8 semanas. Células residentes ou elicitadas com tioglicolato, obtidas de animais com idade superior a 8 semanas foram capazes de produzir IL-I0 em níveis detectáveis. Entretanto, as quantidades de IL-IO liberadas por células provenientes de animais previamente elicitados pelo tioglicolato foi 2,5 a 4 vezes menores do que as detectadas em células provenientes de cavidades não elicitadas. De acordo com observações já relatadas na literatura, os resultados ora obtidos sugerem que durante o envelhecimento as células inflamatórias, particularmente os macrófagos, produzem de forma aumentada certos mediadores, tais como o TNF-a, bem como o óxido nítrico
Bibliographical Information:

Advisor:Wirla Maria da Silva Cunha Tamashiro; Wirla Maria da Silva Cunha Tamashiro [Orientador]; Dagmar Ruth Stach Machado; Edson Antunes

School:Universidade Estadual de Campinas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:oxido nitrico inflamação envelhecimento

ISBN:

Date of Publication:10/29/1998

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.