Details

Estudo da pressão arterial e manipulação renal de sodio em ratos diabeticos induzidos pela administração de estreptozocina : implicações do sistema nitroxidergico

by Lima Rossi, Cintia de

Abstract (Summary)
t: The role ofthe kidney in the control ofhydrosaline homeostasis in patients or experimental models with diabetes mellitus has been striking demonstrated by several studies. Recently, growing evidence suggesting that precocious tubular dysfunction may precede glomerular modifications and influence directly the renal function and cardiovascular homeostase. However, no data are available that examine in details the sodium and potassium tubule handling changes at time-dependent fashion in models of streptozotocin-induced diabetes mellitus (DM). AIso, we hypothesized that a possible nitroxidergic contribution may modulate the renal function and consequently changing the urinary sodium excretion. To test this hypothesis, we investigated the effects of streptozotocin-induced diabetes mellitus on tubule sodium handling of unanesthetized, unrestrained rats and their controIs, by lithium c1earance. AIso, to examine the influence of nitroxidergic system inhibition on renal function rats were assigned randomly to one of four groups: (1) control rats, (2) streptozotocin-induced (STZ) DM rats, (3) L-NAME treated rats and (4) STZ-induced DM, L-NAME treated rats. In the current studies, we demonstrated that diabetic rats treated with streptozotocin showed a substantial and time-related increase in the urinary output of sodium (Control FENa + , first week: 0.I27:t0.009 %; forth week: 0.132 :t0.02 % and STZ induced DM FENa+ , first week: 0.244 :t0.05 %; forth week:0.529:t0.009 %) and potassium (Control FEK+ , first week: 0.085 :tO.OI %; forth week: 0.118:t0.03 % and STZ induced DM FEK+ , first week: 0.118:t0.Ol %; forth week:0.276:t0.02 %), and did not confirm the hypothesis that the renal ion excretion in STZ-induced DM, L-NAME treated rats is, at least in part, related to changes in NOS activity (L-NAME FENa+ , first week: 0.459 :t0.07 %; forth week: 1.190 :t0.25 % and STZ-induced DM L-NAME- treated FENa+ , first week: 0.732:tO.20 %; forth week: 1.797:t0.22 %). In addition, we showed that renal sodium handling changes occurred by increasing post-proximal tubule sodium rejection (FEPPNa+) despite an unchanged glomerular filtration rate (CCr) in the proportion ofthe sodium load filtered and arterial blood pressure. Thus, the observed increase in renal sodium and potassium excretion may be due to the inability of renal tubules to handle the electrolytes, with a promoted disruption in glomerotubular balance. Together, these fmdings may suggest that a possible precocious misleading of post-proximal tubular segment of nephron without any change of glomerular filtration rate or hemodynamic dysfunction in STZ-induced rats. Further studies are required to investigate and understand this tubular involvement in dysfunctional diabetes-tubular kidney interaction Resumo: O diabetes mellitus é uma doença metabólica, caracterizada por uma ação insuficiente da insulina, seja pela ausência deste hormônio ou pela resistência a sua atividade. De acordo com estas características o diabetes mellitus pode ser classificado como Diabetes Mellitus Insulino Dependente ou diabetes tipo 1 e, Diabetes Mellitus Não Insulino Dependente ou tipo 2. Inúmeras alterações funcionais e histológicas são observadas em diversos órgãos como conseqüência evolutiva desta doença. Alterações glomerulares e vasculares renais são exaustivamente descritas, entretanto pouco se conhece a respeito da função tubular no diabetes mellitus clínico ou experimental. O objetivo do presente trabalho foi definir e caracterizar alguns parâmetros funcionais do néfron e modificações da pressão arterial relacionados ao desenvolvimento da neftopatia diabética e sua possível relação com a atividade do sistema nitroxidérgico. O estudo funcional renal foi estimado através do clearance de creatinina endógena e do clearance de lítio, para avaliação da filtração glomerular e do manuseio tubular de sódio, respectivamente. Todos os procedimentos foram realizados em ratos Wistar-Hannover, acordados, não-restritos em gaiolas metabólicas individuais. Os principais resultados observados mostram que o desenvolvimento do diabetes mellitus experimental, induzido por estreptozocina, promoveu um significativo acréscimo na excreção renal de sódio, estudada seja sob a forma de carga excretada ou relacionada à filtração glomerular como ftação de excreção. A elevação na excreção urinária de sódio ocorreu já na primeira semana após a indução do diabetes-experimental. A natriurese foi acompanhada por uma significativa elevação da caliurese. O sítio de rejeição de sódio identificado pelo estudo através do clearance de lítio ficou restrito aos segmentos mais distais do néfron (FEPPNa, fração de excreção pós-proximal), não havendo aparentemente participação dos segmentos proximais. As modificações observadas no manuseio tubular de sódio, ocorreu independentemente de modificações significativas da filtração glomerular e da pressão arterial. Não conseguimos também demonstrar uma participação efetivado sistema nitroxidérgico, através de seu bloqueio com L-NAME, sobre os fatores que precocemente, modificam a reabsorção de sódio neste modelo experimental. Assim, concluímos que modificações tubulares precoces relacionadas ao transporte tubular de sódio, podem ocorrer em animais diabéticos, tratados com estreptozocina, independentemente de modificações significativas na pressão arterial, na filtração glomerular ou na atividade da NO sintetase
Bibliographical Information:

Advisor:Jose Antonio Rocha Gontijo; Jose Antonio Rocha Gontijo [Orientador]; Jose Francisco Figueiredo; Carla Roberta Oliveira Carvalho

School:Universidade Estadual de Campinas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:diabetes pressão arterial oxido nitrico

ISBN:

Date of Publication:02/21/2001

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.