Details

Estrutura e dinâmica do fitoplânctone bacterioplâncton em cultivos de camarão no Rio Grande do Norte-Brasil: impacto sobre o ambiente natural

by Lourdes Melo, Margarida de

Abstract (Summary)
O presente trabalho teve como objetivo estudar a estrutura e dinâmica do fitoplâncton e bacterioplâncton em ciclos completos de cultivos de camarão (Litopenaeus vannamei), determinar os fatores ambientais responsáveis pelasmudanças estruturais destas comunidades. O estudo foi realizado em duas fazendas de camarão: uma de água salgada (Macaíba, RN) entre setembro de 2005 a fevereiro de 2006 e outra de água doce (Ceará Mirim, RN), durante o período demaio de 2007 a setembro de 2007. As coletas tiveram periodicidade semanal no viveiro de água salgada e quinzenal no viveiro de água doce. Foram determinadas clorofila-a e fósforo total e parâmetros ambientais foram medidos (pH, oxigênio dissolvido, salinidade, temperatura, transparência e nível da água). Análises qualiquantitativas do fitoplâncton e bacterioplâncton foram realizadas. Os índices ecológicos de diversidade de Shannon-Wiener e equitabilidade de Pielou foram calculados para a comunidade fitoplanctônica. A densidade bacteriana foi realizada por microscopia de fluorescência. Os dados foram analisados estatisticamenteatravés da correlação de Pearson e teste t. No viveiro de água salgada e no ponto de captação-drenagem as clorofíceas foram dominantes (24 % -99%) e as diatomáceastiveram maior riqueza. A espécie Choricystis minor foi a espécie de maior ocorrência (100%) e dominância (90-100%), mostrando-se bem adaptada a condições de altas temperaturas e salinidade e baixa transparência da água.Cianobactérias filamentosas como Oscillatoria sp., Pseudoanabaena sp. e Phormidium sp. foram constantes. A correlação negativa, entre o grupo clorofícea e a transparência, e positiva, entre clorofila-a e salinidade, demonstrou que o fitoplâncton esteve bem adaptado à baixa transparência e elevada salinidade. O bacterioplâncton correlacionou-se negativamente com a salinidade e fósforo total. No viveiro de água doce, cianobactérias foram dominantes (>80%), apresentando algumas espécies produtoras de toxinas como Microcystis sp., Aphanizomenon sp., Cylindrospermopsis raciborskii e Anabaena circinalis. A densidade de células de cianobactérias, os níveis de fósforo e clorofila-a excederam o valor máximo permitido pela legislação. Os valores médios do fósforo total nos ambientes estudados foram de 264 a 627 Wg.L-1e para clorofila-a foi de 22 a 182 Wg.L-1. As espécies do fitoplâncton foram selecionadas pela baixa disponibilidade de luz, alto pH, temperatura e elevada disponibilidade de fósforo total. O bacterioplâncton apresentou elevada densidade (5,13 x107 a 8,50 x107 Bac.mL-1). Os ambientes estudados (viveiros e rios) configuram elevado estado de trofia, com base nas altasconcentrações de clorofila-a e fósforo total e dominância de cianobactérias. A composição de espécies nos viveiros e nos rios (ponto de captação/drenagem) foi semelhante, assim como altos valores de concentrações de fósforo e clorofila-a,evidenciando o efeito poluidor das descargas dos viveiros no ambiente natural
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marcos Rogério Câmara; Ivaneide Alves Soares da Costa; Magnólia Fernandes Florêncio de Araújo; Andrea Tucci

School:Universidade Federal do Rio Grande do Norte

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Fitoplâncton Eutrofização Região tropical

ISBN:

Date of Publication:02/25/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.