Details

Estado Nutricional de Vitamina A e hipertensão arterial em idosos do município de camaragibe-PE

by de Lima, Mellina Neyla

Abstract (Summary)
A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é altamente prevalente em idosos, segmento populacional crescente, representando novos desafios para a saúde pública. O estresse oxidativotem sido associado à etiologia da HAS e vitaminas antioxidantes parecem prevenir a citotoxicidade induzida por radicais livres em doenças relacionadas ao estresse oxidativo. Objetivando avaliar o status de vitamina A e a sua associação com a pressão arterial (PA) em idosos do Programa de Saúde da Família de Camaragibe-PE, foi desenvolvido estudo transversal, rastreando 297 idosos, em novembro/dezembro-2003. O status de vitamina A foi avaliado pela retinolemia (HPLC) e consumo de alimentos-fonte de vitamina A (freqüência alimentar). A PA foi classificada segundo a V Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. A prevalência de retinolemia inadequada (lt;1,05 amp;#956;mol/L) foi de 26,1% (IC95% 21,2?31,6) e o consumo de alimentos-fonte de vitamina A (gt;3x/semana) foi de amp;#8776;68,0%. A prevalência de HAS foi de 58,6% (IC95% 52,7 ? 64,2), predominando a hipertensão sistólica isolada. A retinolemia (pgt; 0,05) e a PA (pgt; 0,05) não mostraram correlação com o consumo de vitamina A. No entanto, a retinolemia média foi maior (p= 0,04) nos idosos com HAS Estágio I, comparada àquela observada para idosos com PA ótima/normal. Esses achados evidenciam a vulnerabilidade dessa população à hipovitaminose A e à HAS. No entanto, o papel da vitamina A na modulação da função endotelial e na resposta inflamatória associada à HAS precisa ser melhor investigado
Bibliographical Information:

Advisor:Alcides da Silva Diniz

School:Universidade Federal de Pernambuco

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:consumo de vitamina a programa saúde da família hipertensão arterial idoso retinol sérico nutricao

ISBN:

Date of Publication:03/06/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.