Details

SÍNDROME METABÓLICA EM AMBULATÓRIODE CARDIOLOGIA EM SÃO LUÍS ? MARANHÃO METABOLIC SYNDROME IN CLINIC OF CARDIOLOGY IN SÃO LUÍS - MARANHÃO

by Barbosa, José Bonifácio

Abstract (Summary)
A síndrome metabólica (SM) é responsável pelo aumento da morbimortalidadecardiovascular em todo o mundo. Porém, permanece como um transtorno complexopor não ter uma definição claramente estabelecida e pela falta de uniformidade dosseus critérios diagnósticos. Desse modo, há muitas divergências quanto à sua exataprevalência em populações não selecionadas, e há poucos relatos de estudosrealizados em ambulatórios especializados em cardiologia, onde a populaçãoapresenta múltiplos fatores de risco e a presença da SM poderá ser um agravante,determinando mudanças nas estratégias terapêuticas. Os propósitos desta pesquisaforam: determinar as prevalências da SM de acordo com os critérios do NationalCholesterol Education Program Adult Treatment Panel III (NCEP ATPIII) eInternational Diabetes Federation (IDF), avaliar as diferenças na prevalência entre ossexos, verificar a associação entre SM e outros fatores de risco e doençascardiovasculares (DCVs) e analisar a concordância entre os dois métodos peloKappa. A prevalência foi de 54,4% pelo NCEP ATPIII e 63,6% pelo IDF. Quanto aosexo, foi maior no feminino (59%) pelo critério do NCEP ATPIII. A insuficiênciacoronariana (ICo) apresentou maior freqüência entre os pacientes com SM ( 24,8%NCEP ATPIII e 24,3% IDF, plt;0,001), relação não observada com os portadores deacidente vascular cerebral (AVC). Após análise ajustada dos fatores de risco pelaIDF, idade gt; 40 anos e índice de massa corporal (IMC) gt; 30kg/m2 foram as variáveismais associadas à maior risco de SM ( plt;0,001). A concordância geral entre os doiscritérios foi de 0,70 ( plt;0,001), sendo maior no sexo feminino, 0,82 do que nomasculino, 0,58. Concluiu-se que, em ambulatórios de cardiologia, a prevalência daSM é bem mais elevada que a população geral, foi mais prevalente no sexo femininopelo NCEP ATPIII e esteve mais associada com ICo. Houve uma boa concordânciaentre os métodos utilizados para avaliá-la, sendo ótima para o sexo feminino, mas,regular para o masculino, sugerindo que os critérios atualmente utilizados não estãoadequados para o diagnóstico da SM no sexo masculino. Possivelmente o ponto decorte da cintura usado na IDF, foi o maior responsável pela baixa concordânciaencontrada entre as duas definições no sexo feminino.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:MARIA BETHÂNIA DA COSTA CHEIN; JOSÉ ALBUQUERQUE DE FIGUEIREDO NETO

School:Universidade Federal do Maranhão

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: prevalência insuficiência coronariana CARDIOLOGIA

ISBN:

Date of Publication:11/11/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.