Details

Efeitos dos triterpenos amp;#945;- e amp;#946;-amirina e de seus derivadosacetilados no sistema nervoso central

by Aragão, Gislei Frota

Abstract (Summary)
A mistura triterpênica de amp;#945;- e amp;#946;-amirina (AMI) é obtida da planta Protium heptaphyllum Aubl March (FamíliaBurseraceae), comum em vários estados brasileiros e conhecida popularmente como breu branco, também éutilizada na prática da medicina popular para tratar várias enfermidades. O acetato de amp;#945;- e amp;#946;- amirina (AcAMI) é aforma acetilada desta mistura triterpênica. Vários estudos experimentais já foram feitos utilizando estestriterpenos, mas estudos da ação destes no Sistema Nervoso Central (SNC) ainda são escassos. O objetivo destetrabalho foi avaliar o efeito da administração destes compostos naturais em camundongos e verificar uma possívelatividade sedativa, ansiolítica, antidepressiva e anticonvulsivante, procurando ainda esclarecer por quemecanismos estes compostos agem. A metodologia utilizada foi utilizando testes farmacológicos já descritos naliteratura e estudos de doseamento de monoaminas e aminoácidos através de HPLC. Os resultados mostraram quetanto a AMI como o AcAMI mostraram-se bastante ativos farmacologicamente. No teste do Campo Aberto ambasmisturas (AMI e AcAMI) administradas por via aguda e sub-crônica demonstraram efeitos sedativos, nas doses de10, 25 e 50 mg/kg, após a constatação da diminuição do movimento exploratório dos animais e do número degrooming e de rearing, utilizando o diazepam como controle positivo. No Teste do Plus Maze também ambas asmisturas demonstraram atividade ansiolítica aumentando o número de entradas e o tempo de permanência nosbraços abertos. No teste do nado forçado, AMI nas doses de 2,5 e 5 mg/kg,, i.p., aumentou o tempo deimobilidade dos animais comparado ao controle, e foi potencializado pela imipramina. No teste de indução desono por pentobarbital, AMI e AcAMI tiveram o tempo de sono aumentado de forma significante. As misturastriterpênicas apresentaram atividade anticonvulsivante quando a indução da convulsão foi feita compentilenotetrazol (PTZ) efeito este não aparecendo quando a indução foi com pilocarpina e estricnina. A atividadesedativa e ansiolítica da AMI foram revertidas com a presença de flumazenil, efeito similar ao diazepam. O efeitoanticonvulsivante da AMI foi aumentado por drogas que inibem a proteína quinase C, polimixina B eestaurosporina. O doseamento de monoaminas de córtex de camundongos tratados com AMI (1, 2,5 e 5 mg/kg)mostrou diminuição nas concentrações de noradrenalina e serotonina. No doseamento de aminoácidos, houveaumento nas concentrações de taurina e tirosina e uma diminuição de aspartato, glutamato e GABA nos grupostratados com AMI e AcAMI na dose de 25 mg/kg, por 7 dias. Conclui-se, portanto com este trabalho, que tanto aAMI e o AcAMI possuem atividades sedativas, ansiolíticas, antidepressivas e anticonvulsivante e provavelmenteestas ações possam estar ligadas a inibição de proteína quinase C, envolvimento gabaérgico e diminuição demonoaminas e aminoácidos
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Antonio José Lapa; Reinaldo Nobre de Almeida; Marta Maria de França Fonteles; Geanne Matos de Andrade Cunha; Glauce Socorro de Barros Viana

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Sistema Nervoso Central Antidepressivos Proteína Quinase C Agentes GABAérgicos

ISBN:

Date of Publication:01/11/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.