Details

Efeitos do pré-tratamento com dimetilsufóxido, ácido lipóico ou ternatina sobre o estresse oxidativo

by Guimarães, Sérgio Botelho

Abstract (Summary)
O efeito protetor do dimetilsulfóxido (DMSO), do ácido lipóico (LA) e da ternatina (TN), conhecidos seqüestradores de radicais livres e protetores da membrana celular foram avaliados utilizando um modelo experimental de isquemia/reperfusão do testículo. Cento e vinte ratos Wistar jovens com peso médio de 174 g foram distribuídos ao acaso em cinco grupos (GS - Simulado, GC ? Controle, GD ? Dimetilsulfóxido. GA ? Ácido lipóico e GT/D ? Ternatina/DMSO) numericamente iguais e posteriormente redistribuídos em quatro subgrupos (T-0, T-1, T-3 e T-6), com seis animais cada. Todos os procedimentos cirúrgicos foram realizados sob os efeitos da anestesia geral inalatória. Os animais receberam injeções intraperitoniais (i.p.) de solução aquosa de DMSO a 3% (10 ml/kg, GD), LA (10 mg/kg, GA) ou TN+DMSO (12 mg/kg, GT/D, em solução aquosa de DMSO a 3%) 24, 12 e 4 horas antes da destorção do cordão espermático. A última dose foi administrada uma hora antes da indução da isquemia ou da segunda operação simulada (Sham). Os ratos do grupo Simulado (GS) e do grupo Controle (GC) receberam de NaCl 0,9% (10 ml/Kg) i.p. Foram determinadas as concentrações de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e glutationa reduzida (GSH) no tecido (testículo), e a capacidade antioxidante total (CAP) do plasma. Para determinação do padrão de distribuição das amostras utilizou-se o teste de Kolmorogov-Smirnov. As comparações entre os grupos foram feitas utilizando-se o t teste ou o teste U de Mann-Whittney quando assim indicado. Para as comparações dos grupos tratados com antioxidantes ao grupo Controle (GC) utilizou-se o teste de Dunnett. Valores de plt;0,05 foram considerados significantes. A torção do cordão espermático induziu uma redução significante das concentrações de MDA, no tempo máximo de isquemia e na reperfusão, em tratos pré-tratados com DMSO (GD) e LA (GA) e durante a reperfusão naqueles pré-tratados com TN/DMSO (GT/D), comparados com seus respectivos controles. Os níveis de MDA estavam significantemente elevados nos ratos do grupo GC comparados aos animais do grupo GS, no tempo máximo de isquemia e durante a reperfusão, bem como uma hora após a destorção (T-1) comparada ao T-0, demonstrando o dano adicional decorrente do afluxo de sangue oxigenado (reperfusão) ao tecido isquêmico. As concentrações de GSH diminuíram nos ratos pré-tratados com solução salina e aumentaram significativamente nos ratos pré-tratados com DMSO ou LA, no tempo máximo de isquemia e durante a reperfusão. O modelo isquêmico utilizado não foi capaz de gerar efeitos sistêmicos. A capacidade antioxidante total aumentou significantemente durante a reperfusão (T-1) nos ratos pré-tratados com LA (GA) e TN/DMSO (GT/D) comparados aos respectivos controles. Esses resultados fortalecem a hipótese de que a isquemia e reperfusão são processos geradores de radicais livres. Os diferentes antioxidantes estudados mostraram grande eficiência na proteção da membrana celular, reduzindo a peroxidação lipídica, em todos os experimentos. O aumento dos níveis de glutationa reduzida, nos ratos pré-tratados com DMSO e LA, mostra que estes antioxidantes exercem uma proteção eficaz contra o estresse oxidativo induzido pela isquemia/reperfusão em ratos submetidos à torção do cordão espermático por três horas. Os efeitos protetores da ternatina se manifestam com maior intensidade no tecido isquêmico, no controle da peroxidação lipídica.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Manoel Odorico de Moraes Filho; Paulo Roberto Leitao de Vasconcelos; Rodrigo Dornfeld Escalante; Lydia Massako Ferreira; João Aragão Ximenes Filho

School:Universidade Federal do Ceará

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:CIRURGIA Estresse Oxidativo Lipídeos da Membrana Peroxidação de

ISBN:

Date of Publication:12/22/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.